Gastronomia turca: o que comer na Turquia Turquia

A gastronomia turca é muito variada e saborosa. É uma mistura entre a herança otomana e as influências mediterrânea e asiática. Istambul, a maior cidade e a mais turística do pais, é onde você encontrará pratos de diversas regiões da Turquia.

O prato mais conhecido é o kebab. Porém, na Turquia ele tem um conceito mais amplo, pois vários pratos possuem “kebab” no nome e podem ser de vários tipos de carnes, principalmente assadas, mas também cozidas.

Um dos mais tradicionais é o döner kebab que é feito com aqueles espetos que possuem um monte de carnes e aqui conhecemos “como espeto grego”, junto com salada enrolada em um pão folha.

Leia também: 10 dicas essenciais sobre a Turquia

Foto: Agnes Chang (CC BY-NC 2.0)

Existe, inclusive, döner kebab vegetariano. Eu comi um deles em Fethiye. Não sei do que era feito, se de carne de soja ou outros ingredientes, mas estava bem gostoso.

Döner kebab  – Foto: Alpha (CC BY-SA 2.0)

Porém, o destaque fica por conta do testi kebab. O prato é a base de carne (boi ou frango) e legumes, mas o diferencial é como é feito. Colocado dentro de um pote de cerâmica, com uma massa de pão em cima e levado ao forno. O prato é servido na própria cerâmica, que é aberta na presença do cliente. O testi kebab é original da Capadócia, mas você também encontrará em Istambul. Nós o comemos em Goreme (Capadócia), onde o prato era servido na maioria dos restaurantes e acredito que seja o preferido dos turistas.

Testi kebab na Capadócia

Um prato bem tradicional e popular que você encontrará em toda a Turquia é o pide, uma espécie de pizza feita com uma massa grossa de pão e em formato oval. Existem vários sabores de pide, desde a versão apenas com molho de tomate até opções com carne. O pide também é bem popular entre os turistas que na falta da tradicional pizza escolhem comer a “pizza turca”.

Pide – Foto: carin (CC BY-ND 2.0)

Entretanto, o prato que mais gostei é também o mais barato servido nos restaurantes. O lahmacun é uma massa fininha e crocante com um molho em cima. Olhando até parece uma pizza. Mas há apenas um tipo de molho, diferente da pide que você escolhe o sabor (carne, queijo, frango, etc).

Leia também: A Turquia é barata? Quanto custa uma viagem à Istambul?

Lahmacun – Foto: Jun Seita (CC BY 2.0)

Saladas

Os turcos gostam muito de saladas, por isso em todas as refeições é servida uma salada, até no café da manhã. Independente do hotel você sempre encontrará no café da manhã: tomates, azeitonas e pepinos.

Um ingrediente bem comum nas saladas é o iogurte. Ele acompanha vários tipos de saladas. Não apenas saladas, mas também pratos quentes. E, apesar de achar que não gostaria, o iogurte combina bem com as saladas.

Café da manhã turco – Foto: Brian King (CC BY-NC 2.0)

Chá

Muitos restaurantes servem depois da refeição um chá de maçã bem gostoso. O mais popular chamado de chai, conhecido como chá turco é uma espécie de chá preto. Aliás, o chá é uma paixão nacional. Por isso, você encontrará muitas opções nos bazares, algumas delas bem caras! Eles embalam a vácuo para ajudar os turistas a transportarem.

Chá de maça servido de cortesia em um restaurante

Comida de rua

Existem também vários tipos de comida de rua. Em Istambul você encontrará várias delas, como castanha assada e milho assado na brasa. Dentre as comidas de rua a que se destaca é smit, uma rosquinha de gergelim que é bem barata e bem popular em Istambul. Ela é meio seca, por isso é comum eles venderem recheada de Nutella. Mas, já vou logo avisando, o recheio é bem humilde.

Smit, a rosquinha de gergelim

Doces

Os doces turcos também são bem famosos e apreciados por turistas. No centro histórico de Istambul existem algumas lojas de doces que chamam a atenção por seus formatos e cores. Há também opções de doces em bazares de várias cidades, especialmente o lokum que é o mais popular. O lokum é uma espécie de goma enrolada que pode ter algum recheio como pistache. Existem vários tipos deles que se diferem pelo recheio e pela “cobertura externa”. Gostei bastante do lokum e ele é vendido em vários locais, inclusive nos aeroportos.

Há também os doces de massas folhadas, mas confesso que destes doces eu não gostei, mas vale a pena provar, porque eles são bem tradicionais. Nas lojas os doces são vendidos no quilo e o lokum pesa bem mais do que você imagina! Na Alemdar, principal rua do centro histórico de Istambul e onde passa o VLT, existem várias lojas, mas elas são bem caras. Vale a pena encontrar alguma loja nas ruas paralelas ou em outro bairro.

Doces turcos

Narguilé e álcool

O narguilé é encontrado em vários locais da cidade. Assim como em outros países muçulmanos, ele é encontrado em casas de bebidas que não vendem álcool, já que os muçulmanos não podem beber álcool. Mas, podem fumar, por isso que fumam e muito narguilés.

Na Turquia, como a religião não tem tanta forma como em outro países, muitas pessoas consomem álcool. O país possui uma boa produção de vinho. Porém, como há uma grande tributação sobre bebidas alcoólicas, elas acabam saindo meio caras mesmo no supermercado.

Narguilé – Foto: Felipe Bastos (CC BY-NC 2.0)

LEIA TAMBÉM:

-Principais pontos turísticos da Turquia

-Os destinos de praia mais incríveis da Turquia

-Cruzeiro de Gulet na costa da Turquia, veja como são os barcos e a viagem

-Guia completo da Capadócia: quando ir, o que fazer, onde ficar


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.