Início Holanda Amsterdã Onde ficar em Amsterdã, os melhores bairros e dicas de hotéis

Onde ficar em Amsterdã, os melhores bairros e dicas de hotéis

Amsterdã é uma cidade bastante turística, por isso existe uma grande variedade de hospedagens. Você encontrará hotéis de todos os tipos, estilos e preços. Entretanto, vale salientar que a cidade é cara, mesmo se comparada a outras cidades da Europa.

Apesar da cidade ser cara e hospedagem ser um item que pesa no orçamento, não vale a pena se hospedar em qualquer local. As regiões costumam agradar a um tipo específico de pessoas. Vai ser difícil achar na cidade regiões que agradam a todos os públicos. Consequentemente, a escolha da região para se hospedar pode fazer sua experiência ser mais ou menos interessante. Logo, é muito importante escolher um bom local de acordo com o seu perfil.

Leia também: O que fazer em Amsterdã: museus, canais, bike e coffeeshop

Selecionamos os principais bairros onde os turistas se hospedam em Amsterdã e os descrevemos, para você ver qual combina mais com o seu perfil e decidir onde ficar.

Os preços de hospedagem costumam ser mais altos do que a maioria das pessoas imaginam. E, ficar no mais barato pode não ser a melhor opção, porque a parte mais turística de Amsterdã possui muitos prédios antigos. As opções mais baratas são hotéis que ficam em prédios velhos, que possuem vários problemas, inclusive nos encanamentos.

mapa bairros centro amsterda
Mapa bairros centrais de Amsterdã

Centro de Amsterdã

Centro – Foto: Alex DROP (CC BY-NC-ND 2.0)

O Centro é a parte mais antiga de Amsterdã. A cidade nasceu a partir desse ponto, no século XIII. Por isso, muitos prédios históricos e mais antigos da cidade ficam nessa região. Se hospedando no Centro de Amsterdã, você estará bem próximo de muitas atrações turísticas da cidade. Por isso, poderá se deslocar a pé, sem necessidade de transporte para ir em diversas atrações.

Contudo, o Centro também é uma parte muito movimentada da cidade. Há grande fluxo de pessoas e não é, definitivamente, um local tranquilo. Fica localizado no Centro o Distrito da Luz Vermelha que é um local muito barulhento, cheio e bagunçado. É um local muito interessante de conhecer, mas não de se hospedar!

Na primeira vez que fui à Amsterdã fiquei no Distrito da Luz Vermelha e gostei bastante. Porém, eu era bem jovem, um estudante universitário em busca de agito. Quando voltei 8 anos depois nem cogitava ficar no local.

Então, se você for jovem, em busca de diversão e não se importar com o barulho, o Distrito da Luz Vermelha e arredores pode ser uma boa escolha para você. Existem muitas opções de bares, coffeeshops e boates. Neste caso, indico o The White Tulip Hostel  e  Budget Hostel Heart of Amsterdam para quem quer opções baratas e o St Christophers Inn at The Winston  e o Hotel CC para quem deseja um pouco mais de conforto.

Já para quem quer ficar em um hotel muito confortável no Centro, mas afastado da muvuca a dica é o NH Collection Krasnapolsky.

Para ver todos os hotéis do centro de Amsterdã clique aqui.

Jordaan

Jordaan – Foto: 迪生 愛 (CC BY-NC 2.0)

O Jordaan é o bairro preferido da maioria dos turistas que visitam Amsterdã. O bairro é delimitado por vários canais interessantes, o que deixa a região mais bonita e charmosa. Mesmo estando bem localizado, ao lado do Centro, o bairro é mais tranquilo e sem as multidões que invadem o Centro.

O bairro possui uma boa oferta de cafés, restaurantes e lojas. Sua parte movimentada de turistas é onde fica o museu Casa Anne Frank e o Litlle Italy.

Se tem um local que costuma agradar um grande universo de pessoas, esse local é o Jordaan. Porém, o bairro é especialmente procurado por casais.

O problema é que o Jordaan não possui muitas opções de hospedagens e elas costumam ser mais caras. Você não encontrará opções baratas nesta área. Mas, entre os locais com melhores preços estão o Hotel La Bohème  e a Boutique Hotel View, que estão na periferia do bairro. Na parte mais central do bairro, porém mais caros estão Amsterdam Wiechmann Hotel  e  Melrose Hotel.

Grachtengordel

Grachtengordel – Foto: Bert Kaufmann (CC BY-NC 2.0)

Próximo ao Jordaan, com muito mais opções de hotéis, inclusive opções mais baratas, está o Grachtengordel. Esse não é exatamente um bairro, mas uma região. Grachtengordel significa cordão de canais em holandês. Esse nome é devido aos três grandes canais: Prinsengracht, Keizersgracht e Herengracht que passam na região.

Grachtengordel é uma região bem extensa. Em uma extremidade está a Estação Central de Trem, que é vizinha ao bairro Jordaan e você nem verá a diferença de um local para o outro. Na outra extremidade, mais afastada do Centro, está a parte que faz vizinhança com o bairro De Pijp.

Grachtengordel também é um local muito bem localizado, onde é possível se deslocar a pé. Entretanto, como é um local bem extenso, existem diferentes estilos de regiões.

Para quem quer ficar próximo ao Jordaan, há o Hotel de Westertoren que é uma opção mais barata e o Hotel Hegra Amsterdam Centre, um pouco mais confortável e caro. O destaque dessa região é o ‘t Hotel, um hotel boutique com decorações muito interessantes nos quartos.

Já uma parte mais movimentada e próxima ao Centro é nas redondezas da Praça Rembrandt. Nesse local que fiquei hospedado na última vez que fui à Amsterdã. A praça é um local bonito, cheio de bares e restaurantes. Há também muitas opções de lojas próximas. Mas, essa é uma opção para quem quer ficar em um local mais agitado e movimentado. As opções mais baratas próximas a praça são o Hotel Monopole  e o Hotel Atlanta. Já subindo de qualidade, há o quatro estrelas NH Amsterdam Schiller  e o hotel boutique The Bolster.

Para ver todos os hotéis do Grachtengordel clique aqui.

De Pijp

De Pijp – Foto: Sean Munson (CC BY-NC-ND 2.0)

Outro bairro que também é bem interessante em Amsterdã é o De Pijp. O bairro, que historicamente é um reduto de imigrantes, passou por uma revitalização nas últimas décadas e atraiu muitos jovens e artistas. De Pijp é hoje um bairro boêmio, com espírito jovem e multiétnico. Apesar de ser um bairro boêmio, não possui as multidões do Distrito da Luz Vermelha.

Fica no bairro a antiga fábrica de cerveja que virou o Museu Heineken Experience. Porém, o principal destaque do bairro é que ele está próximo ao Museumplein, a praça que é cercada pelos principais museus de Amsterdã: Rijksmuseum, Museu Van Gogh e Museu de Arte Moderna Stedelijk.

Você também pode encontrar boas opções de cafés, várias lojas e restaurantes na região. O bairro é mais admirado por quem gosta de vida noturna, mas para quem quer economizar também é uma boa opção.

Em De Pijp você encontra hotéis baratos que funcionam em prédios novos ou reformados. As melhores opções dos mais baratos são: Hotel Blossoms CityEasyHotel City Centre SouthIbis Styles Amstel. Já para quem quer mais conforto, uma das melhores opções do bairro é o hotel boutique Sir Albert Hotel. Há também opções de luxo, sendo a melhor delas o Pestana Amsterdam Riverside.

Para ver todos os hotéis em De Pijp clique aqui.

Museumplein e Vondelpark

Museumplein – Foto: Udo Geisler (CC BY-ND 2.0)

O Museumplein é a bonita praça, que possui ao seu redor os principais museus de Amsterdã. É uma região que mistura o histórico com o moderno. Desde o prédio histórico do Rijksmuseum aos prédios modernos dos museus Van Gogh e Stedelijk.

Devido aos museus, existe uma concentração de turistas, porém que se restringe a praça Museumplein e a algumas ruas próximas. A maior parte do bairro é tranquila, por isso costuma agradar casais e famílias. Outra vantagem é o bairro possuir várias opções de restaurantes, bons cafés e muitas lojas. Quando falamos em bairro, é que ao redor da Museumplein, existe um bairro chamado Museumkwartier.

Nessa região também fica o principal parque de Amsterdã, o Vondelpark. O parque é grande, bonito, possui um teatro a céu aberto, com muitos parquinhos infantis e opções de cafés e restaurantes.

Essa é uma região em que você encontra opções mais baratas de hospedagens, por isso para quem quer economizar é uma boa dica. Dentre os hotéis mais baratos destacam-se: Hotel Verdi  e  Hotel Washington. Já entre os hotéis com mais conforto, podemos destacar o moderno Hotel JL No76  e  o hotel boutique Hotel Piet Hein que tem vista para o Vondelpark. Para quem gosta de luxo, o melhor hotel da cidade fica nesta região que é o Conservatorium Hotel.

Para ver todos os hotéis dessa região clique aqui.

LEIA TAMBÉM:

-Principais museus de Amsterdã: preços, dicas e quanto tempo

-A Holanda é cara? Quanto custa uma viagem à Amsterdã?

-Keukenhof: como ir, quando ir e outras dicas práticas para a visita ao parque das tulipas

Foto de capa: Alex DROP (CC BY-NC-ND 2.0)
Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.