InícioÁsiaJordâniaJordan Pass, a dica para economizar na viagem à Jordânia

Jordan Pass, a dica para economizar na viagem à Jordânia

Uma dica super interessante para quem está planejando uma viagem à Jordânia é adquirir o Jordan Pass, um passe que dá direito a entrada nas principais atrações turísticas do país. Além da praticidade, ele ainda gera uma economia, já que sai muito mais barato, dependendo da quantidade de atrações que você pretende visitar.

Leia também: Jordânia: um país acolhedor, seguro e cheio de encantos

Como funciona o Jordan Pass?

Você compra o Jordan Pass pela internet e a empresa lhe enviará um arquivo em PDF com um cupom que possui um código. Cada vez que você entrar em uma atração turística, mostrará o código e terá livre acesso.

O cupom é válido por duas semanas, a partir da primeira utilização. Entretanto, é possível comprar com grande antecedência, porque você tem um prazo de 12 meses entre a compra e o começo da utilização. O Jordan Pass é válido para entrar apenas uma vez em cada atração, com exceção de Petra, pois existem passes com direito a um, dois ou três dias de visita ao local.

Leia também: Quantos dias ficar em Petra

Ticket Jordan Pass

O que está incluído no passe?

O Jordan Pass dá direito a entrar em mais de 40 atrações turísticas do país. Estão na lista as mais famosas atrações como: Petra, Jerash, Cidadela de Amã, Castelo Ajloun, deserto de Wadi Rum, entre várias outras. Além das atrações, o Jordan Pass também dá isenção na taxa de visto de turista, se você ficar na Jordânia um mínimo de quatro dias e três noites. Para isso, você precisa já chegar na fronteira ou aeroporto com o passe.

Leia também: Principais pontos turísticos da Jordânia

Ruínas romanas de Jerash

Quanto custa?

Existem três tipos de Jordan Pass e a única diferença entre eles é a quantidade de dias que você terá direito de visitar Petra.

Jordan Wanderer: 70 JD (US$99) – 1 dia de visita à Petra

Jordan Explorer: 75 JD (US$106) – 2 dias de visita à Petra

Jordan Expert: 80 JD (US$113) – 3 dias de visita à Petra

Para confirmar os preços e comprar o Jordan Pass acesse o site oficial clicando aqui.

Leia também: A Jordânia é cara? Quanto custa viajar ao país?

Seguro viagem para a Jordânia

Antes de falar se o Jordan Pass vale a pena, é importante abordar outro assunto: o seguro viagem. Esse não é um item obrigatório para o turista que viaja para a Jordânia, mas é muito recomendado.

Muitos turistas não se preocupam em contratar o seguro. Entretanto, imprevistos acontecem e se você precisar pagar por algum procedimento médico na Jordânia a conta será alta! Além disso, os seguros incluem um valor em caso de extravio de mala e regresso antecipado por motivo de doença no segurado ou em alguém da família.

Por tudo isso, nós do Abrace o Mundo sempre viajamos com seguro viagem quando saímos do país. O valor é pequeno perto do gasto total da viagem e ele pode evitar um gasto extra não programado.

O melhor lugar para contratar é na Seguros Promo, uma plataforma confiável, que trabalha apenas com as grandes seguradoras, com ótimos preços e uma ferramenta muito boa para comparar as opções de seguro. Faça uma cotação agora para conhecer os tipos de seguro e escolher a opção que mais combina com você.

Como mantemos convênio com a Seguro Promo, oferecemos o cupom de desconto ABRACEOMUNDO5 que lhe dá 5% de desconto. Além disso, se pagar por boleto ou PIX, você terá mais 5% de desconto.

Jordan Pass vale a pena? Veja os cálculos

As atrações na Jordânia não são caras, com exceção de Petra, que é mais cara do que todas as outras atrações juntas. A entrada em Petra custa $50 JD para um dia de visita, $55 JD para dois dias e $60 JD para três dias. As outras atrações mais populares são: Jerash ($10 JD), Cidadela de Amã ($3 JD), Teatro Romano de Amã ($2 JD), Wadi Rum ($5 JD), Castelo Ajloun ($3 JD). Para ver o preço de todas as atrações turísticas do país veja a tabela no site da Jordan Tourism Board clicando aqui.

Além das atrações turísticas, com o Jordan Pass você não paga a taxa de visto que custa $40 JD. A conta é fácil de fazer, pois contando apenas as atrações citadas acima ($73 JD), o Jordan Pass já é vantajoso. Mas, mesmo se você não visitar todas elas, incluindo apenas o valor da taxa de visto e a entrada em Petra ($90 JD) já vale a pena adquirir o passe.

Quem viaja à Jordânia por excursão precisa comprar o Jordan Pass?

Apesar da Jordânia ser um país seguro e com uma população muito receptiva, vários turistas optam por conhecer a região em uma excursão devido a comodidade. Há excursões à Petra e Wadi Rum saindo de Israel e também da capital Amã.

Uma dúvida comum de quem viajará à Jordânia de excursão é se vale a pena comprar o Jordan Pass. Isso depende do tour, alguns já possuem os ingressos incluídos e outros não.

A maioria das excursões que saem da capital da Jordânia, Amã e visita Petra, Wadi Rum e Mar Morto não incluem os ingressos. O Get Your Guide, uma plataforma segura e indicada para comprar esse tipo de excursão, possui opções de tours de 2 dias e também de 3 dias, ambos sem ingressos incluídos. Para esses casos, vale a pena comprar o Jordan Pass.

Por outro lado, a maioria das excursões que saem de Israel com destino à Jordânia, já possuem os ingressos inclusos no valor do passeio. A opção mais procurada é a excursão de 3 dias saindo de Jerusalém que visita Petra e Wadi Rum. O tempo é suficiente para conhecer as atrações. Entretanto, o percurso de ônibus de 300 km dura cerca de 6 horas.

Também há a opção da excursão de 3 dias saindo de Tev Aviv. Apesar dos valores serem semelhantes, Tel Aviv fica 40 km mais distante da fronteira que Jerusalém. Por isso, a viagem é cerca de 50 minutos mais longa.

Para quem tem pouco tempo ou pretende gastar menos, há opção de excursão de 2 dias à Petra saindo de Tel Aviv. Entretanto, nós consideramos que a viagem é muito cansativa para apenas 2 dias de passeio.

Para quem pretende ficar menos tempo, vale a pena pegar uma excursão de 2 dias saindo de Eilat, o balneário israelense fica a apenas 135 km de Petra.

OUTRAS MATÉRIAS SOBRE A JORDÂNIA:

-Mar Morto, visitar em Israel ou na Jordânia?

-Jerash, a incrível cidade romana da Jordânia

-Wadi Rum, o incrível deserto da Jordânia

-Amã, a capital da Jordânia, um lugar agradável e pitoresco

Foto de capa: divulgação Jordan Pass
Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

4 COMENTÁRIOS

  1. O Jordan Pass vale por 2 semanas depois da primeira utilização. Então, entendo que ele continua valendo, independente de você entrou um ou mais vezes no país no período. Mas, para liberar o visto acredito que seja apenas uma vez.

  2. Holá, saberia informar se eu entrar via aeroporto de Amã com o Jordan Pass e cruzar para visitar Jerusalém para depois voltar a Jordânia o Jordan Pass ainda teria validade para as atrações?
    Pelo que pesquisei eu teria que pagar o visto novamente para entrar a Jordania mas não sei da validade do Jordan pass para as atrações.
    Obrigado

  3. Luiz, o Jordan Pass dá direito a entrar no Parque Nacionanal Wadi Rum sem precisar pagar a taxa de entrada (ingresso), que é paga ao governo apenas para entrar dentro da reserva. Os passeios já são outro tipo serviço, são pagos a parte. E também há a possibilidade de se hospedar lá dentro, que já é um outro serviço. Normalmente, quem hospeda também oferece passeios no Wadi Rum, mas são serviços independentes.

  4. Boa tarde, tudo bem?
    A respeito de Wadi Rum. o Jordan Pass da direito a um passeio no deserto? É isso?
    Pra passar a noite lá tenho que reservar um hotel/barraca, correto?

    Obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui