Início Paraná Foz do Iguaçu Roteiro de Foz do Iguaçu para 2, 4 e 6 dias

Roteiro de Foz do Iguaçu para 2, 4 e 6 dias

Foz do Iguaçu é um destino que cabe em diferentes tipos de roteiros. Você pode visitar a cidade em apenas um final de semana ou em uma semana inteira. Há várias atrações na região, então há muito o que ver. Veja agora o que incluir no seu roteiro de viagem de 2 a 6 dias para Foz do Iguaçu.

Leia também: Foz do Iguaçu: quando ir e onde ficar

Roteiro de 2 dias – um final de semana

O mais famoso, bonito e interessante de Foz do Iguaçu são as Cataratas do Iguaçu. Por isso, para uma passada rápida pela cidade, você deve focar seu roteiro nas Cataratas, já que essa é a principal atração da região e motivo do local ter se tornado tão famoso e turístico.

1° dia

É necessário um dia inteiro para conhecer o lado argentino das Cataratas. No Parque Nacional do Iguazú há três caminhadas para percorrer, que passam por várias quedas d’água das Cataratas. Essas caminhadas levam um bom tempo e ainda deve-se contar o tempo do deslocamento até a Argentina. Para saber mais como é essa visita e saber as dicas, leia: Cataratas do Iguaçu, lado argentino.

2° dia

Use o segundo dia para visitar o lado brasileiro. No Parque Nacional do Iguaçu, que é o lado brasileiro das Cataratas,  não há muito o que fazer, apenas uma caminhada pequena. Por isso, em duas ou três horas é possível visitar tudo.

Mas, você pode aproveitar para conhecer o Parque das Aves que fica em frente ao Parque Nacional do Iguaçu. Ainda há o passeio de barco chamado de  Macuco Safari, que chega em baixo das Cataratas. Se decidir fazer esse passeio, a visita ao lado brasileiro também ocupará um dia inteiro do seu roteiro. Para saber mais leia o post Cataratas do Iguaçu, lado brasileiro.

Flamingos no Parque das Aves
Flamingos no Parque das Aves

Roteiro de 4 dias

Com dois dias a mais você pode incluir no roteiro o Paraguai, Itaipu e Puerto Iguaçu. Com quatro dias, é possível ver as principais atrações da região. Por isso, recomendo um roteiro de quatro dias para essa viagem. Pois assim, é possível ver o que há de mais interessante na região.

3° dia

O Paraguai é um lugar que muita gente tem vontade de visitar. Por mais que o dólar esteja alto, ainda assim, há quem não abre mão de visitar o Paraguai. Lembre que esse é um destino de compras! O melhor jeito de ir é com um tour de compras. Se quiser conhecer a cidade, pode fazer um city tour em Ciudad del Este, mas já vou avisando que a cidade é feia e não há muito o que ver por lá.

4º dia

No quarto dia você pode visitar a Usina de Itaipu pela manhã. Há vários tipos de visitas, Visita Panorâmica, Itaipu à noite, sendo que a mais completa é a Circuito Especial que dura 2h30min. Nesse mesmo dia, você ainda pode ir a Puerto Iguazú. Na cidade argentina, vizinha à Foz do Iguaçu, há um Bar de Gelo, uma feirinha com produtos típicos argentinos, vários restaurantes e três cassinos. Se sobrar tempo, você ainda pode passar no Duty Free de Puerto Iguazú. Para saber mais e conhecer todas as atrações da cidade leia: Como ir e o que fazer em Puerto Iguazú.

Usina de Itaipu - Foto de: -RS-
Usina de Itaipu – Foto de: -RS- (CC BY-NC-ND)

Roteiro de 6 dias – uma semana

Com seis dias você poderá incluir mais lugares no seu roteiro. Esses são passeios extras, nada que fará falta, caso não você possua tempo. Entretanto, para quem pretende visitar a atração em um ritmo mais lento, o ideal é ficar uma semana em Foz do Iguaçu.

5° dia

O City Tour em Foz do Iguaçu é uma boa dica para o seu quinto dia de viagem. Entre os pontos turísticos da cidade estão: o Templo Budista, a Mesquita Islâmica e o Marco das Três Fronteiras. Saiba que sábado a tarde e domingo a Mesquita está fechada e segunda-feira é o dia do Templo Budista não abrir.

6° dia

No último dia você pode fazer o passeio de barco no lago de Itaipu. Também há alguns museus de menor importância na cidade, como o Museu de Cera Dreamland, que não é nada grandioso como o Madame Tussaud, mas se sobrar tempo dizem que vale a visita.

Templo Budista - Foto de: Manu Sanches (CC BY-ND)
Templo Budista – Foto de: Manu Sanches (CC BY-ND)

LEIA TAMBÉM::

– Cataratas do Iguaçu: diferenças entre o lado brasileiro e o lado argentino

– Foz do Iguaçu: dois restaurantes legais para jantar e outras opções

– Do luxo a resorts, conheça os melhores hotéis de Foz do Iguaçu

– Onde se hospedar em Puerto Iguazú

– Onde comer em Puerto Iguazú, a cidade das carnes

Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

1 COMENTÁRIO