Início Paraná Foz do Iguaçu Como ir e o que fazer em Puerto Iguazú

Como ir e o que fazer em Puerto Iguazú

Puerto Iguazú é a cidade argentina vizinha a Foz do Iguaçu. Localiza-se a apenas 15 km do centro de Foz do Iguaçu. Como as duas cidades ficam muito próximas essa é uma parada obrigatória de quem vai a Foz do Iguaçu! Esse texto é para você saber como ir e o que fazer neste pequena, mas interessante cidade argentina.

Puerto Iguazú é a menor cidade da tríplice fronteira, possui apenas 80 mil habitantes. A cidade não é muito bonita e possui ares de cidadezinha do interior, entretanto possui alguns lugares interessantes para conhecer! O principal ponto turístico de Puerto Iguazú é a parte argentina das Cataratas do Iguaçu. Não falarei sobre isso agora, pois já há um texto exclusivo sobre esse assunto, Cataratas do Iguaçu, lado argentino. Por isso, nesta matéria iremos falar das demais atrações turísticas de Puerto Iguazú além de mostrar como chegar na cidade argentina.

O QUE FAZER

.

Ice Bar

O bar de gelo é uma das principais atrações da cidade. O bar possui paredes, móveis e copos feitos de gelo. A temperatura é de -10°C e o bar empresta casaco e luvas. A entrada custa 600 pesos argentinos (out 2019) e você pode ficar 25 minutos lá dentro, com direito a bebida liberada. O bar funciona de 14:20 à 23:45. Para saber mais leia a matéria Ice Bar, o Bar de Gelo de Puerto Iguazú.

Segurando o copo de gelo ao lado do meu amigo boneco de neve
Segurando o copo de gelo ao lado do meu amigo boneco de neve

Feirinha

No centro da cidade de Puerto Iguazú há uma feirinha que vende produtos típicos argentinos (foto de capa). A feira é pequena e simples, por isso não vá esperando encontrar um ambiente sofisticado. Nesta feirinha você encontrará produtos locais. Há pêssegos em conserva, alfajor, azeite, doce de leite, temperos, queijo, entre outros produtos. Não há uma variedade tão grande de produtos, mas eles possuem bons preços.

O principal produto vendido são as azeitonas recheadas! Veja a foto abaixo. Elas são vendidas em praticamente todas as lojas da feira. Há azeitonas recheadas de vários sabores: palmito, calabresa, pimentão, pimenta, entre outras. E as azeitonas argentinas são melhores do que as que encontramos no Brasil! Por isso, esse é um produto muito vendido.

Principalmente porque a feira é voltada para os turistas brasileiros. Não estranhe em ver a maioria dos preços em Reais. Para ter uma ideia dos preços, os potes de azeitonas custam a partir de R$12 o pequeno (out 2019), e os alfajores por cerca de R$4 cada (out 2019). Os famosos alfajores da marca Havanna não são facilmente encontrados nesta feirinha. Só lembro de ter visto em uma loja da feira, que na verdade era a maior delas.

Azeitonas recheadas e os potes P, M, G
Azeitonas recheadas e os potes P, M, G

Lojas de vinhos

Na feira também são vendidos vinhos. Entretanto, para comprar esse tipo de bebida é melhor recorrer as lojas especializadas em bebidas; no centro há algumas delas. Além de vinhos, as lojas possuem espumantes e bebidas destiladas.

A Argentina é o quinto maior produtor de vinhos do mundo. Por isso para quem gosta desta bebida fermentada, não deixe de comprar pelo menos uma garrafa. A maior oferta de vinhos é de Malbec, já que segundo o o WineSearcher, esse tipo de uva representa 47% da produção argentina. Mas você também encontrará uma boa produção de Cabernet Sauvignon.

Apesar da Argentina possuir alguns bons vinhos brancos, sua fama é na produção de vinhos tintos. A maior parte da produção de vinhos, inclusive algumas das marcas mais famosas, vem de Mendonza.

Caso você não saiba o que comprar, eu sugiro perguntar nas próprias lojas. Muitas lojas possuem funcionários especializados em vinhos. Eles podem te indicar dentro da faixa de preço que você procura. Se quiser os mais baratos, pode comprar direto no supermercado que é mais barato.

Uma dica importante é que todas as lojas e restaurantes de Puerto Iguazú aceitam o Real como forma de pagamento. Porém, a conversão do Real varia, em até 25%. Por isso, dependendo de quanto você for comprar, a diferença na cotação pode acabar fazendo grande diferença no preço final.

Loja de Vinhos
Loja de Vinhos

Cassinos

Puerto Iguazú possui três cassinos: Cassino Cafe Central, Panoramic Grand Hotel e Iguazú Grand Hotel Resort Cassino. Todos eles ficam dentro de hotéis. Os dois primeiros ficam no centrinho de Puerto Iguazú, inclusive o Panoramic fica logo atrás da feirinha da cidade. Por isso, dá um pula lá não é difícil.

Os cassinos em Puerto Iguazú possuem máquinas de caça níqueis, roletas, mesas de pôquer e de outros jogos. É algo interessante de conhecer para quem nunca foi a um cassino. Entretanto, esses são cassinos mais simples não espere nada como Las Vegas. O mais bonito e também preferido dos turistas é o Iguazú Grand Hotel Resort Spa e Cassino. Ele fica mais afastado do centrinho da cidade, mas é o cassino mais interessante, tanto para quem vai jogar quanto para quem quer apenas conhecer.

Se pretende jogar saiba que os cassinos de Puerto Iguazú aceitam reais, pesos e dólares. Só tome cuidado para não perder muito dinheiro, álcool e jogos não é uma mistura que costuma dar certo! Como todo lugar de jogo, a entrada é permitida apenas para maiores de 18 anos.

Cassino Iguazú em Puerto iguazú
Cassino Iguazú – Foto de: Wendley Souza (CC BY-NC-ND 2.0)

Duty Free Puerto Iguazú

Na fronteira entre o Brasil e a Argentina, no lado argentino há um grande free shop. O Duty Free Puerto Iguazú foi o maior duty free que já vi, é imenso e possui várias seções separadas: chocolates, malas, óculos de sol, perfumes, bebidas, etc. Os preços dos produtos são em Dólar; há uma opção de pagar em Reais, mas a conversão não é muito vantajosa. Quando fui, o Dólar estava beirando os quatro Reais, por isso achei tudo caro. Entretanto, a maioria das pessoas estava comprando e muitas estavam com os carrinhos cheios!

O limite de compras é de US$300. Muita gente se confunde com o limite de US$ 500 de compras no exterior que existe quando se chega por avião ao Brasil. Quando a viagem é terrestre ou marítima, o limite é de US$ 300. Caso você compre mais que esse limite, há uma taxa de 50% sobre o valor excedente. Entretanto quase não há fiscalização na fronteira com a Argentina, por isso muita gente não se preocupa em comprar mais de US$ 300. Já na fronteira com o Paraguai há mais fiscalização que na fronteira argentina.

Algumas agências de turismo oferecem um tour ao Duty Free caso você feche o transfer de ida e volta ao aeroporto. O preço é vantajoso, para saber ver o preço e fazer reserva clique aqui.

duty-free-puerto-iguazu
Seção de chocolate no Duty Free Puerto Iguazú

Onde Comer

Em Puerto Iguazú há várias opções de restaurantes. Nem tantas quanto Foz do Iguaçu, mas há opções muito boas e com diferentes tipos de preço. Há inclusive quem considere que os restaurantes de Puerto Iguazú melhores do que os de Foz. E no geral, são mais baratos também, por questão do câmbio.

Um aspecto muito importante na hora de decidir ou não comer em Puerto Iguazú é saber a especialidade dos restaurantes. A maioria deles é especialidade em carnes, principalmente de boi. A carne argentina é muito boa e os restaurantes de Puerto Iguazú possuem vários pratos de carne. Desde o famoso Bife de Chorizo até cortes menos tradicionais. Eu jantei no AQVA, para saber como é esse restaurante e outras opções da cidade leia: Onde comer em Puerto Iguazú, a cidade das carnes.

Onde Ficar

A maioria dos turistas não se hospedam em Puerto Iguazú, mas em Foz do Iguaçu que possui mais opções de hotéis, restaurantes, transporte e entretenimento. Para saber mais leia a matéria Foz do Iguaçu: quando ir e onde ficar. Se você procura resorts e hotéis de luxo, veja a seleção que fizemos para você: Do luxo a resorts, conheça os melhores hotéis de Foz do Iguaçu.

Entretanto, cada vez mais turistas estão decidindo se hospedar em Puerto Iguazú, o principal motivo é o preço! Devido a desvalorização do peso argentino nos últimos anos e especialmente em 2019, com o mesmo valor você fica em um hotel de qualidade superior em Puerto Iguazú. O destaque da cidade são os hotéis de selva, para quem gosta de natureza, não há lugar melhor para se hospedar! Para saber mais e ver as opções de hotéis leia: Onde se hospedar em Puerto Iguazú.

COMO IR

Se sua dúvida é como ir a Puerto Iguazú, já vou te dizendo que há muitas opções para você escolher como fazer esse deslocamento. Há quatro maneiras de chegar a Puerto Iguazú: carro, ônibus, táxi e empresas turísticas. Se você pensou no Uber, essa não é uma opção, pois apesar de haver aplicativos de transporte em Foz do Iguaçu, eles não atravessam a fronteira da Argentina e Paraguai.

Ônibus

Esse é o jeito mais barato de chegar à Argentina! O ônibus custa cerca de R$8 (preço de out/2019), sai de perto do Terminal de Transportes Urbanos de Foz do Iguaçu e vai até o Terminal de Ônibus de Puerto Iguazú. A viagem demora em torno de 40 minutos.

E ao contrário do que você pensa, esse pode ser o jeito mais rápido de chegar em Puerto Iguazú. Pois, enquanto os carros e vans precisam entrar na fila para passar pela fronteira da Argentina, o ônibus não enfrenta fila e vai direto à imigração da fronteira. Por isso, se a fila estiver grande, o ônibus será mais rápido que os outros meios de transporte. Há quatro empresas que fazem esse trajeto: Celeste, Crucero del Norte, Itaipu e 3 Fronteiras.

Para saber o horário do ônibus acesse o quadro de horários da Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu. Neste quadro também há os horários dos ônibus que vão de Puerto Iguazú até as Cataratas Argentinas. O problema é que o quadro de horários demora a atualizar quando há mudanças.

Ônibus do Brasil para Argentina
Ônibus Brasil – Argentina

Táxi

A maneira mais cara de ir a Puerto Iguazú é de táxi. Um táxi para ir de Foz até Puerto Iguazú custa em média R$100 (out/2019). Apesar de caro, utilizar o táxi pode ser uma boa ideia se conjugada com o transporte público. Caso você quiser curtir a noite na cidade argentina, pode ir de ônibus e voltar de táxi. Essa foi a opção que escolhi e considero uma boa escolha! Se tiver mais pessoas para dividir o preço é bem interessante.

Uber

Em 2018 a Uber começou a operar em Foz do Iguaçu. A frota de carros na cidade ainda não é grande, por isso em alguns horários não é fácil encontrar um motorista. Porém, é uma boa opção de deslocamento. Entretanto, essa é uma opção apenas para se deslocar dentro de Foz do Iguaçu, os motoristas de aplicativos não cruzam a fronteira da Argentina.

Se o seu objetivo é ir apenas até o Free Shop que fica na divisa entre os dois países, porém no lado argentino, o Uber pode ser uma boa opção! Pois você desce do carro e anda pouco até chegar no Free Shop.

Empresas de Turismo

Há empresas que vendem excursões para ver as cataratas argentinas e também para conhecer Puerto Iguazú. Apesar de sair mais caro do que indo de transporte público, essa pode ser uma boa opção por causa da praticidade. Eu recomendo a Tour On que possui vários passeios tanto em Foz do Iguazú quanto em Puerto Iguazú.

Há três tipos de tours a Puerto Iguazú:

Tour noturno  – esse é o tour mais barato, em que está incluído apenas o transporte a Puerto Iguazú. O tour dura 3 horas, vai ao Marco das Três Fronteiras e a Feirinha de Puerto Iguazú. Dá tempo de andar um pouco pela cidade e comer alguma coisa.

Tour noturno + Ice Bar – esse tour é equivalente ao acima, a diferente é que ainda está incluído o transporte e a entrada no Ice Bar, o bar de gelo de Puerto Iguazú. Vale salientar que o bar fica longe do centro da cidade e caso queira visitá-lo, essa será a melhor opção!

Tour das Cataratas Argentina – tour durante o dia para conhecer o lago argentino das Cataratas do Iguaçu.

Há ainda uma ótima opção da Get Your Guide, que é uma empresa ainda melhor que a Tour On, porém não vende os passeios em reais, mas em moeda estrangeira. O Tour Cataratas Argentinas + passeio de barco é uma excursão que vale a pena! Além de ter o transporte do seu hotel em Foz, guia e visitar as cataratas, ainda está incluído o passeio de barco nas cataratas. O passeio de barco é uma das atividades que mais vale a pena fazer nas Cataratas do Iguaçu. Ele é ofertado nos dois lados das cataratas, porém no lado argentino é mais barato e mais emocionante! Por isso, para quem gosta de emoção, não pode deixar de fazer.

Carro

Para quem já estiver de carro em Foz do Iguaçu, ir de carro à cidade argentina é uma ótima opção! Não é longe, a estrada é boa e é fácil chegar. Porém, não beba em Puerto Iguazú e venha dirigindo, porque você pode ser pego pela polícia e será bem burocrático retirar o carro depois!

Caso você não esteja de carro, também é bem fácil alugar em Foz do Iguaçu. Dependendo da quantidade de pessoas, sai mais barato que as outras opções listadas acima. Há algumas empresas de aluguel de veículos na cidade, entretanto recomendo fazer uma busca através da  RentCars. Na RentCars você pode fazer cotação e encontrar a menor tarifa entre as principais locadoras de veículos e ainda pode parcelar o pagamento.  Para fazer uma cotação clique aqui.

Uma informação muito importante é que todo carro que vai à Argentina precisa ter a Carta Verde, que é um seguro tipo DPVAT, que protege terceiros em caso de acidente nos países do Mercosul. A Carta Verde é feita por corretoras de seguros e seu preço varia de acordo com a quantidade de dias, o país e a corretora que você escolher, uma Carta Verde de 3 dias para Argentina custa em média R$70 (out/2019). Se a polícia te pegar sem a carta verde, pode te dar uma multa.

DICAS

– Para entrar na Argentina é preciso apresentar um documento: carteira de identidade (com menos de 10 anos de expedição), carteira de motorista ou passaporte. A carteira de motorista só serve se você for ficar até três dias em Puerto Iguazú.

– Pergunte ao recepcionista do seu hotel qual o ponto de ônibus mais perto em que você poderá pegar o ônibus para a Argentina. Ele passa por várias ruas e avenidas de Foz do Iguaçu.

LEIA TAMBÉM:

– Cataratas do Iguaçu: diferenças entre o lado brasileiro e o lado argentina

– Cataratas do Iguaçu, lado brasileiro

– Roteiro de Foz do Iguaçu para 2, 4 e 6 dias

– Foz do Iguaçu: quando ir e onde ficar

– Foz do Iguaçu: dois restaurantes legais para jantar e outras opções

Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

30 COMENTÁRIOS