InícioMinas GeraisCircuito das ÁguasCircuito das Águas MG: turismo onde as águas são terapêuticas e possuem...

Circuito das Águas MG: turismo onde as águas são terapêuticas e possuem diferentes gostos

O Circuito das Águas MG é um tradicional destino turístico no sul de Minas Gerais. A região recebe turistas que procuram desacelerar o ritmo em meio a um ambiente tranquilo, com clima agradável e população hospitaleira.

Entretanto, o que deu fama ao Circuito das Águas MG foram suas estâncias hidrominerais. Na região há alguns tipos de águas com variados sabores e diferentes indicações terapêuticas.

Essa região recebe turistas a mais de um século, como a Princesa Isabel que viajou à Caxambu em 1868 para beber das suas águas terapêuticas e curar sua infertilidade. A princesa bebeu águas ricas em ferro e reverteu seu quadro de anemia. Não se sabe se foi devido a esse fator, mas ela conseguiu engravidar.

Onde fica o Circuito das Águas em Minas Gerais?

O Circuito das Águas em Minas Gerais é uma região composta por várias cidades, as mais famosas são: São Lourenço, Caxambu, Lambari, Cambuquira.

Todas essas cidades fica no sul de Minas Gerais próximas das divisas com Rio de Janeiro e São Paulo. Se fomos pegar como exemplo São Lourenço, que é a principal cidade do Circuito das Águas MG, ela está mais próxima das capitais dos estados vizinhos do que de Belo Horizonte.

São Lourenço encontra-se a 280 km da cidade do Rio de Janeiro, 295 km de São Paulo capital e a 395 km de Belo Horizonte.

Como chegar ao Circuito das Águas?

Não há aeroportos com voos regulares na região. O aeroporto mais próximo é o de Juiz de Fora, que não possui muitos voos e fica a 240 Km de distância. Como as rodovias de acesso às cidades do sul de Minas, normalmente, são boas, o principal meio de transporte é o rodoviário.

Há linhas de ônibus de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. O ponto final dos ônibus varia de acordo com a linha, mas eles costumam passar pelas quatro cidades (São Lourenço, Caxambu, Lambari, Cambuquira). Entre uma cidade e outra também há linhas intermunicipais das empresas Santa Cruz, Viação Coutinho, Cidade do Aço e Gardenia.

Algumas linhas de ônibus possuem poucos horários, por isso, se quiser visitar mais de uma cidade, a melhor forma de viajar é de carro.

Caso você não possua automóvel ou queira viajar com um modelo melhor ou maior, vale a pena alugar um carro. A RentCars é o melhor lugar para alugar, já que a plataforma é segura, trabalha com várias locadoras e possui um ótimo custo-benefício. Veja modelos e valores de aluguel de carro clicando aqui.

Parque das Águas

As principais cidades do Circuito possuem um Parque das Águas em que é possível provar vários tipos de águas minerais naturais, cada uma com uma composição, um sabor e uma indicação terapêutica diferente. É um paraíso para quem gosta de água gasosa, já que o gás presente nas águas é natural.

circuito das águas mg
Fonte Don Pedro no Parque das Águas de Caxambu

Dentro de alguns Parques das Águas também há um Balneário, em que é possível fazer banhos de água mineral, massagens e outras atividades.

O Circuito das Águas é uma região turística que foi criada pelo governo de Minas Gerais. Fazem parte da região 11 cidades: Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Heliodora, Lambari, Maria da Fé, Soledade de Minas e Três Corações.

Algumas cidades, que também possuem estâncias minerais, mas que já tem um turismo mais consolidado e estão um pouco mais distantes, ficaram de fora, como Poços de Caldas e Araxá.

Apesar do Circuito das Águas possuir 11 cidades, há quatro cidades principais: Caxambu, São Lourenço, Cambuquira e Lambari. As principais estâncias hidrominerais e os parques das águas ficam nessas cidades. Elas concentram a maior parte do turismo, mas não de forma igualitária.

São Lourenço recebe mais da metade do turismo da região. É lá que se encontra a maioria dos hotéis, restaurantes e casas de veraneio. Para saber as melhores regiões para se hospedar, fizemos um texto sobre os hotéis em São Lourenço com as dicas de hospedagem.

circuito das águas São Lourenço
Balneário de São Lourenço – Circuito das Águas Minas Gerais

Circuito das Águas MG é formado por cidades pequenas

Das quatro principais cidades do Circuito das Águas, São Lourenço é a maior. Não que ela seja uma cidade grande, muito pelo contrário, possui uma população de apenas 46 mil habitantes. O que parece pouco, significa o dobro da população das cidades vizinhas de Caxambu e Lambari e quatro vezes a população de Cambuquira.

Como você pode observar, o Circuito das Águas é formado por cidades pequenas. Isso tem seu lado bom e ruim. Pensando nas vantagens, visitar essas pequenas cidades é conviver com uma tranquilidade e segurança, impossíveis de se imaginar em um grande centro urbano.

Carros e charretes convivem pacificamente no trânsito, as pessoas andam tranquilamente pelas ruas, os moradores são muito receptivos e há poucos casos de assaltos nas cidades.

Já pelo lado negativo, podemos observar que não há um grande aeroporto na região, não existem muitas linhas de ônibus interestaduais e não há muitas opções de restaurantes, com exceção de São Lourenço. Se você tiver vontade de conhecer a região, precisa mergulhar de cabeça nesse espírito interiorano e entrar no clima! No começo você achará estranho, mas não demorará muito até entrar no clima.

Destino muito procurado pela 3ª idade

O Circuito das Águas é um destino famoso entre o público da terceira idade. Os Parques das Águas, os balneários e o clima parado das cidades atraem muitos turistas com mais de 60 anos.

Antigamente, quase todos os turistas eram dessa faixa etária. Entretanto, isso vem mudando. Famílias e casais com mais de 40 anos também tem se interessando pelo Circuito das Águas MG. E mesmo que poucos, também foi possível ver turistas jovens, sobretudo casais.

Principais cidades do Circuito das Águas MG

As quatro principais cidades do Circuito das Águas são: São Lourenço, Caxambu, Lambari e Cambuquira. Eu as chamo de TOP 4.

São Lourenço

circuito das águas minas gerais
Fonte Oriente no Parque das Águas em São Lourenço

São Lourenço é a principal cidade do Circuito das Águas e a responsável pela maior parte do turismo. A cidade se desenvolveu bastante nas duas últimas décadas e hoje já possui uma boa infraestrutura para os turistas.

Em São Lourenço se encontra a maioria dos hotéis e restaurantes, além disso é a cidade que possui mais atrações turísticas, como o Trem das Águas, o teleférico e o Parque das Águas. Por outro lado, é a cidade mais cara do Circuito.

O Parque das Águas de São Lourenço é o maior e o mais bem cuidado, pois é mantido pela empresa que engarrafa as águas extraídas das fontes. Até 2018 era a Nestlé quando a a divisão de águas da empresa foi vendida para a Indaiá Minalba. No parque há nove fontes de água.

Para conhecer as atrações turísticas desse destino, leia nosso texto sobre o que fazer em São Lourenço. Já se busca hospedagem, precisamos lhe contar que a maioria dos hotéis ficam próximos ao Parque das Águas, entretanto a cidade também conta com interessantes opções de hotéis fazenda. Para lhe ajudar na escolha e lhe mostrar as melhores localizações veja nosso texto sobre os hotéis em São Lourenço.

Caxambu

circuito das águas Caxambu
Balneário de Caxambu é o mais bonito de todo o Circuito das Águas Minas Gerais

Caxambu é a cidade que possui a principal estância mineral do Circuito das Águas MG. Segundo a prefeitura, é a maior concentração hidromineral do planeta, com 12 fontes de água. O Parque das Águas da cidade é o mais imponente, com fontes bonitas e requintadas, para conhecer melhor essa atração temos uma matéria sobre o Parque das Águas de Caxambu.

Entretanto, o parque não se encontra bem cuidado, as fontes apesar de bonitas, estão com as tintas descascando. É necessária uma reforma para recuperar o aspecto original das fontes.

O balneário do parque também é o maior e o mais imponente, mas não oferece tantos serviços como o de São Lourenço e o de Cambuquira. A foto de capa da matéria é do Parque das Águas das cidade.

Caxambu é o segundo destino no Circuito das Águas com mais opções de hospedagens. O destaque é o famoso Hotel Glória que foi o melhor hotel da região por décadas e é hoje um resort. Para conhecer as melhores opções e regiões para se hospedar, leia nosso texto sobre os hotéis em Caxambu.

Lambari

Cassino do Lago em Lambari
Cassino do Lago em Lambari é uma construção imponente

Lambari é a única cidade em que o turismo regrediu nas últimas décadas. Até os anos 1990, o turismo era mais intenso do que hoje. O resultado disso é que alguns hotéis fecharam e outros se encontram velhos. Mas, por outro lado, é a cidade que pode oferecer os melhores preços de hospedagem.

O Parque das Águas da cidade é o menor do Top 4 do Circuito. É do tamanho de uma praça, tem apenas seis fontes e não possui balneário, mas é bem cuidado. A principal atração de Lambari é o Cassino, que fica nas margens do lago. Após 10 anos fechado para reforma, ele reabriu no final de 2018 e possui um museu sobre a cidade em seu interior.

Cambuquira

Chafariz em Cambuquira
Chafariz em Cambuquira

Cambuquira é a menor cidade do Top 4, com apenas 12 mil habitantes. Por isso, possui menos opções de hotéis e restaurantes do que as demais cidades. Mas, o Parque das Águas não é pequeno, possui cinco fontes e um pequeno lago. Também há um balneário no Parque, que apesar de ficar a maior parte do tempo vazio, oferece várias atividades como massagens e banhos com águas hidrominerais.

Quanto tempo ficar no Circuito das Águas

As cidades do Circuito das Águas em Minas Gerais não têm muitos atrativos turísticos, apenas São Lourenço possui mais atrações, mesmo assim não é uma cidade com poucos pontos turísticos.

Em dois dias já é possível conhecer os pontos turísticos de São Lourenço. Para as outras três cidades meio dia já é suficiente para conhecer cada uma delas.

Um feriado prolongado é um período ideal para conhecer o Circuito das Águas, mesmo se o feriado for de três dias; você pode conhecer Lambari e Cambuquira no mesmo dia, reservar uma manhã para Caxambu e ficar um dia e meio em São Lourenço.

Já se o intuito da viagem é descansar você pode ficar mais tempo ou restringir sua viagem a Caxambu e São Lourenço que ficam muito próximas.

Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui