InícioMinas GeraisMonte VerdeO que fazer em Monte Verde MG: passeios, trilhas e gastronomia

O que fazer em Monte Verde MG: passeios, trilhas e gastronomia

Talvez você não saiba o que fazer em Monte Verde, MG, mas sabe que a vila mineira é um destino turístico em ascensão. A cidadezinha localizada no extremo sul de Minas Gerais tem recebido cada vez mais turistas, especialmente, em sua temporada de inverno.

Com estilo rústico e bucólico, a vila sempre foi um destino de casais que gostam de ficar em contato com a natureza, porém cada vez mais tem ampliado o seu público.

Onde fica Monte Verde MG?

Monte Verde fica no sul de Minas Gerais, na divisa com São Paulo. A vila que está a 1.600 metros de altitude fica na Serra da Mantiqueira, a mesma serra que abriga a cidade de Campos do Jordão.

Apesar de ser chamada de cidade por muitas pessoas, Monte Verde é, na realidade, um distrito de Camanducaia. Com apenas 4 mil habitantes, Monte Verde não tem planos de emancipação. Ser pequena e rústica é, justamente, o que dá charme ao distrito.

monte verde mapa
Mapa Monte Verde

Como chegar em Monte Verde?

Monte Verde MG fica mais próxima da capital paulista do que capital da mineira. A cidade de São Paulo está cerca de 160 km (2h30 de carro) de distância. Belo Horizonte fica a 480 km (6h30 de carro) e a cidade do Rio de Janeiro aproximadamente 465 km (7h de carro).

Para chegar a cidade se passa pela rodovia Fernão Dias (BR-381) até Camanducaia. De Camanducaia para Monte Verde são 30 km em uma estrada muito bonita que sobe a serra, porém estreita. Contudo, se formos comparar com a estrada que sobe a serra para chegar em Campos do Jordão, a estrada para Monte Verde é mais larga e segura.

Carro, principal meio de transporte

O principal meio de transporte para chegar à cidade é usando carro. Não apenas para chegar, mas para se deslocar na vila. Muitos hotéis ficam fora da vila e há algumas atrações mais distantes. Além disso, há poucas opções de táxis e eles são caros.

Por tudo isso, vale a pena ir de carro a Monte Verde. Para quem não possui carro ou quer um maior para viajar, vale a pena alugar! Eu que não possuo automóvel, aluguei pela RentCars para fazer essa viagem e indico a empresa.

como chegar em monte verde
Viajar de carro é a melhor opção para esse destino

Avião, aeroportos de Guarulhos e Viracopos são os mais próximos

Para quem vem de avião, os dois aeroportos mais próximo são o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, e o aeroporto Viracopos, em Campinas, ambos estão cerca de 160 km de Monte Verde. De lá, você pode alugar um carro, veja preços aqui.

De transporte público são necessário 2 ônibus

Quem pretende viajar de transporte público precisará pegar dois ônibus para chegar em Monte Verde, primeiro um ônibus até Camanducaia. Há ônibus diretos de São Paulo e Belo Horizonte. Depois, um segundo ônibus de Camaducaia a Monte Verde que faz o trajeto cerca de sete horários por dia.

Como já havíamos falado, apesar da vila ser pequena, as hospedagens ficam bastante espalhadas. Por isso, caso não esteja de carro, é melhor se hospedar em uma pousada mais central. As dicas são o Resort Roots, Pousada Tom’s Avenue e Chalé Pinheiro Velho. Para conhecer as demais pousadas no centro e as diferenças para as pousadas que ficam em regiões cercado de natureza, leia nosso texto sobre onde ficar em Monte Verde.

Já se você planeja uma viagem de casal, precisamos te contar que há ótimas opções de hospedagens românticas na vila. Por isso, vale a pena conhecer as mais interessantes pousadas em Monte Verde com hidro.

História de Monte Verde Minas Gerais

Monte Verde foi fundada pelo casal Emília e Verner Grinberg. A família Grinberg é formada por imigrantes vindos da Letônia, que chegaram ao Brasil em 1913. Na década seguinte, Verner Grinberg casou com a brasileira Emília e foram passar a lua de mel em Campos do Jordão. Ele gostou muito do clima da região que parecia com sua terra natal.

O casal resolveu conhecer outras regiões da Serra da Mantiqueira e, em 1938, decidiram comprar uma fazenda na região do Campos do Jaguari. Se mudaram para lá e depois decidiram comprar outros terrenos ao redor. Mais tarde decidiram trocar o nome do lugar para Monte Verde.

Depois de um tempo, Verner Grinberg começou a vender lotes para parentes e amigos que gostavam de visitar o local. A fazenda começou a se transformar em uma vila e também despertou interesse de turistas.

monte verde minas gerais
Avenida Monte Verde ao entardecer

Monte Verde, uma nova Campos do Jordão?

Um comentário sempre feito é comparar Monte Verde com Campos do Jordão. As duas cidades têm alguns pontos em comum: ambas são destinos de inverno, estão na Serra da Mantiqueira, ficam cerca de 60 km de distância em linha reta (mas 200 km pela principal estrada), possuem opções de passeios em meio a natureza e opções de gastronomia.

Para quem faz uma avaliação superficial, pode parecer que as duas cidades são parecidas. Entretanto, são diferentes e agradam tipos distintos de turistas. Eu visitei as duas cidades na mesma viagem e posso dizer que possuem estilos muito diferentes.

oq fazer em monte verde
Restaurante na avenida principal – o que fazer em Monte Verde MG

Monte Verde: uma vila rústica, tranquila e com estrada de terra

Monte Verde é uma vila e o charme do local é justamente por ser pequeno. Por isso, Verner Grinberg, o fundador da vila, não queria que asfaltasse a estrada para não popularizar demais, crescer de forma desordenada e perder sua identidade. Problema que Campos do Jordão vem enfrentando!

Hoje, a estrada Camanducaia Monte Verde é asfaltada, porém muitas ruas na vila são de terra. Apesar de ser mais complicado dirigir, isso é uma marca da cidade e agrada os turistas de perfil aventura.

estrada de terra camanducaia mg
Estrada de terra para chegar em pousadas de Monte Verde

As construções em estilos europeus são outra característica da vila. Há várias delas, porém em quantidade muito menor que em Campos do Jordão.

Quantos dias ficar em Monte Verde, Minas Gerais?

A vila não tem muitas atrações turísticas, por isso a média de tempo que os turistas ficam em Monte Verde é de 2 a 3 dias, segundo a MOVE, Agência de Desenvolvimento de Monte Verde.

Entretanto, para quem está em busca de fazer trilhas e esportes em meio a natureza, vale a pena ficar mais dias.

Uma informação muito importante é que o turismo se concentra aos finais de semana. Durante a semana, a cidade fica vazia e muitos restaurantes nem abrem. Por isso, para ver a cidade mais movimentada é indicado viajar de quinta-feira a domingo, período em que as noites são mais atrativas na vila.

o q fazer em monte verde
O Portal é um dos pontos turísticos de Monte Verde

Quando ir a Monte Verde MG?

Monte Verde surgiu no cenário turístico nacional como um destino de inverno. Apesar de a vila receber turistas o ano inteiro, o inverno continua sendo a época mais procurada.

O Natal é outro período interessante para visitá-la. Desde 2018, Monte Verde possui decoração natalina.

Para quem pretende fazer trilhas e algumas atividades ao ar livre, pode ser mais interessante viajar nos meses mais quentes.

No inverno, as temperaturas ficam entre 5 e 10ºC, podendo chegar abaixo de zero grau em algumas noites.

Já no verão, as temperaturas passam de 20ºC, podendo chegar a 28ºC.

inverno em monte verde
Termômetro na avenida principal do distrito

Inverno em Monte Verde

Monte Verde é, tradicionalmente, um destino de inverno, por isso o turismo se concentra nessa parte do ano. Muitos casais procuram a cidade com seu clima de montanha para curtir o frio, tomar vinho, comer fondue e se aquecer em uma lareira. Várias pousadas e hotéis possuem lareira.

A alta temporada na vila é de abril a agosto, segundo a MOVE. Entretanto, junho e julho são os meses mais cheios e caros. Caso queira viajar nessa época e pagar menos na hospedagem, viajar durante a semana é uma boa opção.

O que fazer em Monte Verde?

mapa monte verde
Mapa de Monte Verde MG

Trilhas em Monte Verde

Não tinha como começar de outro jeito essa lista do que fazer em Monte Verde. As trilhas são o que a cidade tem de mais famoso e a atividade mais realizada pelos turistas.

Há diferentes tipos de trilhas em Monte Verde, com níveis distintos de dificuldade. Por isso, há opções que agradam tanto trilheiros iniciantes como os mais experientes.

Situação das trilhas em 2021

Até 2019, todas as trilhas eram abertas e não precisavam de guia para percorrê-las. Apesar dos locais serem de propriedade particular, houve uma parceria público-privada, PPP, que passou para a administração para a Prefeitura de Camanducaia em troca de fazer as manutenções nas trilhas.

Como a prefeitura não deu a devida manutenção, os proprietários encerraram a parceria, desde então as trilhas ficaram fechadas.

A exceção é a trilha da Pedra Redonda, que a MOVE escolheu para administrar já que é a mais popular delas. Entretanto, passou a ter novas regras de acesso ao local, como a visita apenas acompanhada de guia.

Até o começo de 2021, apenas trilha da Pedra Redonda continuava aberta.

pedra redonda monte verde
A Pedra Redonda é a trilha mais popular  – Foto: divulgação Quadriventure

Pedra Redonda

A trilha da Pedra Redonda é a mais popular em Monte Verde por ser uma das mais fáceis e curtas. São 900 metros de extensão. Essa é uma trilha acessível a vários tipos de pessoas, até mesmo crianças maiores dão conta de percorrê-la. Entretanto, a parte final da trilha possui uma subida bastante íngreme.

Pelo caminho, há vários mirantes e do alto da Pedra Redonda (1950 metros de altitude) se tem uma das melhores vistas de Monte Verde.

  • Extensão: 1,8 km (ida e volta)
  • Tempo estimado de caminhada: 1h30 (ida e volta)
  • Nível de dificuldade: moderado

Pedra Partida

A Pedra Partida fica ao lado da Pedra Redonda. O começo da trilha é o mesmo para as duas. Entretanto, a trilha para a Pedra Partida é bem mais extensa, são 1.600 metros. Pelo percurso ser mais longo e mais cansativo, é indicada para quem já tem costuma de fazer caminhadas maiores.

O cume da Pedra Partida está a 2.046 metros de altitude e de lá se tem uma visão 360º, onde pode-se ver até a Pedra do Baú em São Paulo.

  • Extensão: 3,2 km (ida e volta)
  • Tempo estimado de caminhada: 3h (ida e volta)
  • Nível de dificuldade: intermediário

Trilha do Chapéu do Bispo

Para quem busca uma trilha bem tranquila, essa é a melhor opção. A Trilha do Chapéu do Bispo é a mais curta e fácil de ser percorrida em Monte Verde. São apenas 650 metros de extensão. Apesar de começar íngreme, ela fica bem mais tranquila depois. Do alto do Chapéu do Bispo são 1.955 metros de altitude e há uma marcação que demonstra a divisa de Minas Gerais e São Paulo.

  • Extensão: 1,3 km (ida e volta)
  • Tempo estimado de caminhada: 1h (ida e volta)
  • Nível de dificuldade: fácil

Trilha do Platô

A trilha do Platô é a continuação da trilha do Chapéu do Bispo. Ou seja, percorrendo mais 450 metros ou 15 minutos de caminhada, você chega ao Platô, uma área plana que está a 1.945 metros de altitude. De um lado do platô, é possível ver Minas Gerais, do outro lado, se vê São Paulo.

  • Extensão: 2,2 km (ida e volta)
  • Tempo estimado de caminhada: 1h30 (ida e volta)
  • Nível de dificuldade: moderado

Trilha do Pico Selada

A Trilha do Pico Selada é a mais extensa em Monte Verde. São 2,5 km desde o Platô. Devido a sua extensão, seu grau de dificuldade é considerado alto, entretanto a trilha não é difícil de ser percorrida.

O Pico do Selado é o mais alto da região. São 2.082 metros de altitude e possui uma bela vista.

  • Extensão: 7,2 km (ida e volta)
  • Tempo estimado de caminhada: 5h (ida e volta)
  • Nível de dificuldade: difícil

Como fazer a trilha?

Como dissemos, agora é permitido apenas fazer as trilhas acompanhado de guias. Monte Verde tem mais de 30 empresas de ecoturismo e a maioria delas oferece esse serviço. A trilha da Pedra Redonda, normalmente, é oferecido dentro do city tour pela vila. Este item, explicamos melhor no próximo item.

City Tour em Monte Verde

O City Tour é aquele tipo de passeio para conhecer os principais pontos turísticas de uma cidade. Normalmente, é possível visitar os locais por conta própria. Entretanto, como a principal atração do city tour em Monte Verde é a trilha para a Pedra Redonda, ele acabou virando um roteiro muito procurado.

O city tour dura cerca de 4 horas e pode ser feito de manhã ou tarde. O turno da tarde é o mais recomendado, já que está incluído ver o pôr do Sol.

passeios em monte verde
Local onde se ver o pôr do Sol no city tour

No city tour, passamos por várias ruas de Monte Verde, conhecendo alguns das construções mais icônicas da vila. Também visitamos uma criação de trutas, uma fábrica de chocolate, uma mercearia que vende queijos. Entretanto, a parte principal é a trilha.

Como estávamos com um bebê, não foi possível fazer a trilha da Pedra Redonda, já que crianças precisam ter pelo menos um metro e meio de altura para fazer a trilha. Por isso, fizemos uma trilha dentro da propriedade do Hotel Fazenda Itapuá. Apesar do nível de dificuldade ser baixo, o local é bem bonito, veja as fotos.

trilhas monte verde
Trilha do Hotel Fazenda Itapuá que fizemos com a Quadriventure

A maioria das agência de ecoturismo de Monte Verde fazem o city tour. Há opções de city tour em grupo e particular. Nós fizemos pela empresa Quadriventure, que oferece apenas city tour privados e na trilha citada acima. Nós gostamos do serviço da empresa que nos buscam e deixam no hotel.

Especialmente, para quem estiver viajando a Monte Verde sem carro, o City Tour é a melhor maneira para conhecer a cidade.

Aeroporto, o mais alto do Brasil

No meio da vila de Monte Verde, há um amplo terreno descampado. Não parece, mas esse terreno de terra batida é a pista do aeroporto da vila. Considerado o aeroporto mais alto do Brasil, com 1.600 metro de altitude, o local já serviu de pista para pequenas aeronaves fazerem passeios na região.

Hoje, o aeroporto não é mais utilizado por aeronaves e moradores da vila utilizam o espaço para fazer caminhadas.

Tirolesa, arvorismo e esportes de aventura

fazenda radical monte verde
Arvorismo é uma das principais atrações da Fazenda Radical – Foto: divulgação

Para quem gosta de esporte de aventura, Monte Verde possui algumas opções interessantes. Há tirolesa, arvorismo e outros esportes radicais. Os dois principais locais para fazer essas atividades é no Parque do Engenho e na Fazenda Radical. Você ainda encontra outras atividades como parede de escalada, passeios de cavalos, escola de falcoaria e algumas outras atividades.

Tour de Quadricilo

monte verde o q fazer
Passeio de quadriciclo da empresa Quadriventure

A atividade relacionada a esportes radicais mais interessante e procurada em Monte Verde é o tour de quadriciclo. Quem gosta de aventura não pode deixar de fazer esse passeio!

O interessante do passeio de quadriciclo em Monte Verde é que você faz em uma estrada de terra com obstáculos, de nível intermediário, o que dá mais emoção para a aventura.

Entretanto, qualquer pessoa consegue pilotar um quadriculo, grande parte das pessoas que fazem o passeio estão pilotando pela primeira vez. Eu mesmo nunca havia pilotado. Apesar de ter uma moto, o quadriciclo é bem diferente. No começo, dá um pouco de medo, mas depois pega-se o jeito. Mesmo assim, se tiver medo, é possível ir na garupa.

o que fazer em monte verde
O que fazer em Monte Verde MG? Passeio de quadriciclo

O tour de quadriciclo dura cerca de 1 hora, parece pouco tempo, mas é tempo mais que suficiente para se aventurar pelo circuito. O guia vai na frente indicando o caminho, as marchas e a forma de passar em cada parte do percurso.

Para fazer o passeio de quadriciclo precisa ter 18 anos, mas não precisa ter carteira de motorista, CNH. Já para ir na garupa, precisa ter pelo menos 12 anos.

Várias empresas de turismo em Monte Verde oferecem esse tour de quadriciclo. A maioria usa o circuito da Fazenda Radical, o que deixa o local mais cheio. Eu fiz o passeio pela Quadriventure, uma empresa que tem um circuito próprio para o tour, que mistura floresta com fazenda. Então, são cenários diferentes, o que possibilita interessantes fotos.

quadriciclo
Bois faziam parte do percurso do tour de quadriciclo

Outro aspecto interessante da empresa é que o limite dela são 4 quadriciclos por tour, o que permite ao guia dar atenção maior para cada um dos pilotos.

Passear pela Avenida Monte Verde

destino de inverno
Avenida Monte Verde é muito charmosa e bonita

A Avenida Monte Verde é a principal da vila, aqui estão a maioria dos restaurantes, lojas e bares. Entretanto, é a decoração que chama atenção. Há canteiros suspensos com flores que dão todo charme ao local. Durante a época de Natal, essa é a rua que fica mais enfeitada e bonita. Por tudo isso, essa é a parte mais fotografada da cidade.

Na avenida, você também encontra várias galerias de lojas que vendem produtos laticínios, bebidas, chocolates, objetos de decoração, roupas, entre outros itens.

compras monte verde
Galerias na Avenida Monte Verde

Comprar queijos, cachaça, doces e outros produtos mineiros

Monte Verde possui várias lojas com os mais variados tipos de produtos mineiros. Para quem não é de Minas Gerais é uma boa oportunidade para comprar alguns produtos que não são fáceis de encontrar em outros estados.

O produto mais vendido é o queijo minas, famoso por seu paladar e pode ser comido puro, no pão ou usado em receitas. Há diferentes tipos de queijo minas, muitas vezes, ele é classificado pela região do estado onde é produzido. Entretanto, o melhor jeito de conhecer é mesmo provando. As lojas fazem degustação dos queijos e vale a pena experimentar.

doces mineiros
Em Monte Verde MG, você encontra várias lojas que vendem produtos mineiros

Outra atração das lojas são as cachaças. Minas Gerais é o maior produtor de cachaça artesanal do país. Em Monte Verde, você encontra algumas marcas. As lojas também vendem licores de diferentes sabores e as cervejas artesanais das duas cervejarias instaladas na cidade: Cervejaria Fritz e Cervejaria Monte Verde.

As geleias também são produtos muito procurados. As lojas vendem alguns tipos e marcas de geleias que são produzidas na região. As melhores são as que não possuem conservantes, por isso leia o rótulo. Uma das marcas mais famosas é a Edelweiss, que é fabricada em Monte Verde.

Os doces mineiros também são muito admirados pelos turistas. O doce de leite é o principal doce produzido no estado, há versões dele sólido e cremoso. Uma das versões mais procuradas é o doce de leite cremoso misturado com coco, maracujá, morango, goiabada, chocolate, etc. O meu preferido é o doce de leite com ameixa, uma delícia.

Visita cervejaria Fritz

o que fazer em monte verde mg
Monte Verde MG possui duas cervejarias

Monte Verde conta com duas cervejarias artesanais, a cervejaria Monte Verde e a Cervejaria Fritz. Essa última é a mais antiga da vila e oferece uma visita guiada pela fábrica.

A Cervejaria Fritz foi fundada em Sumaré, São Paulo, e depois mudou-se para Monte Verde devido ao poço artesiano local. A cervejaria fabrica 6 tipos de cervejas, totalizando 25 mil litros por mês.

A visita guiada mostra o processo de produção e dura entre 30 e 40 minutos. O tour acontece diariamente, sempre que há um número mínimo de pessoas. O valor da visita guiada é R$40 e, no final, cada participante ganha uma cerveja. Para mais informações e preços, acesse o site da cervejaria.

Aproveitar a gastronomia

Na nossa lista do que fazer em Monte Verde não poderia faltar a gastronomia. Monte Verde não conta com uma gastronomia tão sofisticada e diversa quanto Campos do Jordão, mas há boas opções de restaurantes em Monte Verde. Para poder abordar com mais detalhes essa temática, o nosso próximo tópico é exclusivo sobre as comidas e restaurantes em Monte Verde.

Restaurantes em Monte Verde MG

A gastronomia é um dos atrativos da vila, por isso você encontrará boas opções de restaurantes em Monte Verde. Os três destaques da culinária da vila é o fondue, a truta e a comida mineira. Além, é claro, o chocolate.

Fondue, o principal prato do inverno

fondues em campos do jordão
Fondue de chocolate é o preferido de muita gente – Foto: Freepik

O prato mais famoso nos destinos de inverno é o fondue. Não apenas em Monte Verde, mas também nos restaurantes de Campos do Jordão e nos restaurantes de Gramado. Especialmente em Gramado, é o prato mais consumido na cidade.

Apesar do fondue combinar mais com o inverno, o prato é o mais consumido o ano inteiro em vários restaurantes, como nos contou um funcionário do Restaurante Café Pinhão.

Há alguns restaurantes que servem fondue em Monte Verde. O famoso é a Casa do Fondue, que ganhou fama por ser o primeiro restaurante a servir o prato na cidade. O restaurante costuma ter filas e é indicado chegar cedo, antes das 20h ou fazer uma reserva.

Outro local que serve o fondue é o L’Archange Gourmet Bistrot, restaurantes do Hotel Saint Michel. No local, é servido fondue de chocolate Lindt.

Já um restaurante com melhor custo-benefício que serve fondue é o Restaurante Café Pinhão. A sequência de fondue (queijo, carne e chocolate) é o prato mais pedido pelos clientes o ano inteiro. O restaurante conta com música ao vivo e tem um grande espaço, o que diminui as filas, algo comum aos finais de semana nos restaurantes da vila. Nos comemos no Café Pinhão uma sequência de fondue.

fondue em monte verde
Sequência de fondue do Café Pinhão
fondues em monte verde
Nosso fondue no Café Pinhão

Truta, o peixe de águas frias

truta
A truta é um peixe de água de fria

Outro destaque da gastronomia de Monte Verde são as trutas. Peixe originário da América do Norte, a espécie só se adapta em águas frias, por isso é produzido na região.

O Paulo das Trutas é um restaurante especializado nesse peixe e produz suas próprias trutas. O trutário, local da produção, é aberto para visitação. Nós o visitamos no City Tour pela vila.

Esse é um restaurante especializado em truta, porém há vários restaurantes da cidade que possuem esse peixe em seu cardápio.

Comida mineira

comida mineira
Feijão tropeiro é uma das comidas mineiras mais conhecidas – Foto: Moe Alves (CC BY 2.0)

A comida mineira sempre é um destaque em qualquer viagem a Minas Gerais. Feijão tropeiro, frango com quiabo, leitão a pururuca e vaca atolada são alguns dos destaques da culinária mineira. Entretanto, como o estado é grande, nem sempre os pratos são encontrados em todas as regiões.

Uma observação importante é que apesar da culinária mineira ser muito apetitosa é uma comida mais pesada. Por isso, não é a refeição mais indicada para comer antes de fazer uma trilha, por exemplo.

Um dos restaurantes que servem comida mineira é o Rancho da Picanha. Apesar da picanha não ser um prato exclusivo mineiro, ele é muito consumido e há vários restaurantes em Monte Verde que servem essa refeição.

picanha na chapa minas gerais
Picanha na Chapa do restaurante em Monte Verde Rancho da Picanha

Uma curiosidade que descobrimos com a proprietária do Rancho da Picanha é que, durante o dia, o prato mais consumido é a picanha e a noite, que está mais friozinho, o fondue é o prato preferido dos turistas.

Sobremesa e chocolate em Monte Verde

onde comer em monte verde
Monte Verde MG conta com várias chocolaterias

Como todo destino de inverno, o chocolate é um dos destaques da cidade. Há uma variedade de chocolates e embalagens bonitas para presentes. Entre as chocolatarias da cidade, há o Gressoney, Chocolate Montanhês, Sabor Chocolate, Chocolateira Monte Verde. Algumas delas fabricam seus produtos localmente.

Das chocolaterias, queríamos destacar a Gressoney Chocolates, que foi a primeira a se instalar na vila em 1978. A Gressoney produz a sobremesa mais famosa e deliciosa da cidade, que é a Sopa de Morango! A sobremesa é uma mistura de morango batido, sorvete de creme e chocolate. É uma mistura divina e apesar do nome sopa é servido fria.

restaurantes em monte verde
Sopa de morango da Gressoney é incrivelmente gostoso

A Gressoney ainda possui duas receitas próprias que são muito vendidas, a Prímula que é uma combinação entre alfajor e pão de mel e o Marzipan que é um doce europeu com massa de amêndoas e, na versão da Gressoney, há também castanha do pará e castanha de caju, coberto com chocolate.

O Marzipan é do tipo ame ou odeie, sendo que 70% das pessoas não gostam, segundo a gerente da loja, mesmo assim é um gosto muito peculiar que merece ser experimentado.

restaurante em monte verde
A prímula (redondo) e o marzipan são os produtos mais vendidos da Gressoney

Agora que você já sabe o que fazer em Monte Verde MG, é necessário decidir onde se hospedar. A vila possui ótimas opções de pousadas de vários estilos e preços. Para lhe ajudar na escolha escrevemos um texto sobre onde ficar em Monte Verde com dicas de regiões e pousadas.

Caso você busque uma experiência mais romântica, vale a pena conhecer as melhores pousadas em Monte Verde com hidro.

Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui