Início America Colômbia Como viajar dentro da Colômbia: ônibus, avião ou carro?

Como viajar dentro da Colômbia: ônibus, avião ou carro?

A Colômbia é um país extenso e as suas principais cidades turísticas não ficam próximas entre si. Por isso, se você pretende conhecer várias cidades, é necessário fazer grandes deslocamentos.

Há três opções de deslocamentos entre as cidades colombianas: avião, ônibus e carro. Veja abaixo as vantagens e desvantagens de cada meio de transporte, além das empresas que prestam o serviço e os preços médios de deslocamento.

Leia também: É seguro viajar para a Colômbia? Entenda as mudanças que o país vive

Trem

Na Colômbia há uma rede ferroviária, mas não há transporte de passageiro por trem. Existe apenas uma linha turística que liga Bogotá à Zipaquirá, onde fica a Catedral de Sal. O trajeto é pequeno, são apenas 53 km. Como é um trem turístico, o bilhete de ida e volta custa 60.000 Pesos Colombianos [dez/2019], valor alto se comparado com o ônibus que custa cerca de quatro vezes menos.

Para mais informações acesse o site do Trem de la Sabana.

Foto: Yassef Briceño García (CC BY 2.0)
Trem para Zipaquirá – Foto: Yassef Briceño García (CC BY 2.0)

Ônibus

Viajar de ônibus é uma boa escolha para se locomover pela Colômbia, sobretudo para deslocamentos pequenos e médios. As estradas que ligam as principais cidades são boas! O serviço de ônibus na Colômbia também é muito bom! Há dos ônibus mais simples até aos mais confortáveis, equivalentes aos ônibus leitos no Brasil. E no geral, a maioria das empresas oferece wi-fi no ônibus, que não é lá muito rápido, mas já é de grande valia!

Foto de divulgação da Expreso Brasilia
Foto de divulgação da Expreso Brasilia

As viagens curtas, com duração de uma ou duas horas, são operadas por empresas pequenas, regionais e os ônibus são mais simples. Já as viagens de média e longa duração são operadas pelas grandes companhias de transporte terrestre do país. As três principais empresas de ônibus são: Expresso Bolivariano, Expresso Brasilia e Rápido Ochoa.

Os deslocamentos entre as principais cidades possuem grande variedade de horários e, geralmente, é possível encontrar passagens algumas horas antes do horário de partida. Além dessas três, há outras boas empresas de ônibus que circulam em apenas uma região do país, como a Transipialis, a Unitrasco e a Fronteras.

Para distâncias mais longas, como viajar entre as principais cidades da Colômbia: Bogotá, Medellin e Cartagena, as distâncias são muito grande e o tempo de viagem de ônibus são superiores a 10 horas. Como há boa ofertas de voos de avião, com preços razoáveis e inclusive promoções, não vale a pena viajar de ônibus. Veja abaixo, os tempos de deslocamento.

Tempo de viagem de ônibus entre as principais cidades colombianas, distância e média de preços [dez/2019]:

Bogotá – Cali: 11 horas – 463 km – $80 mil Pesos Colombianos
Bogotá – Medellín: 10 horas – 420 km – $80 mil Pesos Colombianos
Bogotá – Cartagena: 20 horas – 1075 km -$140 mil Pesos Colombianos
Cartagena – Santa Marta: 4 horas – 229 km – $40 mil Pesos Colombianos
Cartagena – Medellín: 13 horas – 637 km – $160 mil Pesos Colombianos
Medellín – Cali: 12 horas – 422 km – $70 mil Pesos Colombianos
Cali – Ipiales: 11 horas – 475 km – $75 mil Pesos Colombianos
A única questão mais delicada de viajar de ônibus é que nas viagens noturnas em algumas regiões do país os ônibus viajam em comboio para não serem assaltados. Não sei dizer se isso é mais um precaução ou se assaltos são frequentes. Fiz uma viagem noturna e foi super tranquilo.

Chiva

As chivas são ônibus abertos e coloridos que percorrem os principais pontos turísticos de algumas cidades. Não são veículos bonitos ou confortáveis, mas são bem charmosos. A foto de capa da matéria é um exemplo de chiva.

Avião

Viajar de avião na Colômbia não é algo caro. Se comprar com antecedência é possível achar bons preços, um pouco acima do preço do ônibus. As duas principais companhias aéreas do país são a Avianca e a Viva Colômbia. A Avianca é a maior do país, com um grande número de aviões e rotas, que oferecem a maior opção de horários e destinos.

Muita gente fica com medo de comprar passagem da Avianca, já que a Avianca Brasil quebrou. Entretanto apesar da Avianca Brasil ser subsidiária da Avianca Colômbia. As empresas eram distintas, com gestões e finanças separadas. A quebra da Avianca Brasil não impactou a Avianca Colômbia, que é uma empresa mais antiga e até agora não apresenta sinais de que poderia quebrar.

Já a Viva Air, antiga Viva Colombia, é uma empresa low-cost, que, no geral, oferece os melhores preços. Outras companhias que também possuem voos internos na Colômbia são: Copa e Latam, apesar delas oferecerem uma quantidade menor de destinos e horários.

Para saber mais informações, dicas, recomendações e precauções para viagens de avião da Colômbia, leia o texto: Viajar de avião na Colômbia, todas as dicas que você precisa

Foto de: Foto: alcidesota (CC BY-NC 2.0)
Foto: alcidesota (CC BY-NC 2.0)

Para alguns destinos menores, há apenas pequenas companhias fazendo o trajeto, como o caso de Ipiales (cidade da fronteira com o Equador) e Providencia (ilha próxima à San Andrés).

Os preços das passagens aéreas variam muito mais do que dos ônibus. Porém, veja abaixo os preços médios das menores tarifas para voar na baixa temporada [dez/2019], para você comparar com os ônibus.

Bogotá – Medellín: $100 mil Pesos Colombianos
Bogotá – Cartagena: $160 mil Pesos Colombianos
Cartagena – Medellín: $150 mil Pesos Colombianos
Bogotá – San Andrés: $170 mil Pesos Colombianos
Bogotá – Cali: $120 mil Pesos Colombianos

Carro

Outra opção é viajar de carro. Não é uma maneira que me apetece, mas há quem goste. As estradas que ligam as principais cidades colombianas são boas, mas também há estradas em péssimas condições. Há regiões do país que são perigosas, sobretudo a noite. Por isso é bom evitá-las.

Brasileiros podem dirigir na Colômbia utilizando a Carteira Nacional de Habilitação, juntamente com outro documento de identificação, carteira de identidade ou passaporte. Se tiver interesse em alugar um carro na Colômbia, a indicação é a RentCars. Na RentCars você pode fazer cotação e encontrar a menor tarifa entre as principais locadoras de veículos. Além disso, a empresa permite pagar em reais, sem IOF e parcelar o pagamento no cartão de crédito. Para fazer uma cotação clique aqui.

Foto: Saúl Ortega (CC BY-SA 2.0)
Foto: Saúl Ortega (CC BY-SA 2.0)

Assim como nos países do Mercosul, para dirigir um carro na Colômbia é preciso contratar a Carta Verde, que na Colômbia, Peru e Equador é chamada de SOAT. O SOAT é um seguro que pode ser contratado junto a corretoras de seguros e será exigido juntamente com o documento do veículo sempre que a polícia lhe parar.

Vale lembrar que muitas rodovias da Colômbia são inseguras a noite. Por isso, prefira viajar sempre durante o dia, para não correr o risco de ser assaltado.

Leia também nossas outras matérias sobre a Colômbia:

– 7 dicas essenciais sobre a Colômbia

– Como chegar em Cabo de la Vela e Punta Gallinas na Colômbia

– Cartagena, a cidade superestimada da Colômbia

– Viajar de avião na Colômbia, todas as dicas que você precisa

– San Andres, carrinho de golf e outras opções para se deslocar

Foto de capa de:  Louis Vest (CC BY-NC 2.0)
Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.