InícioMéxicoCidade do MéxicoQuantos dias ficar na Cidade do México?

Quantos dias ficar na Cidade do México?

A Cidade do México não é apenas a capital e o centro financeiro do país. Essa é a capital mais antiga das Américas, com muitas histórias, museus, sítios arqueológicos, algumas paisagens e muita cultura. Por isso é possível ficar vários dias na cidade para conhecê-la por completo. Entretanto, para quem quiser ver apenas o mais importante alguns dias bastam. Para lhe ajudar a decidir quantos dias ficar nessa caótica, mas encantadora cidade, temos algumas dicas.

Uma questão fundamental na hora de decidir quantos dias ficar em uma cidade é com relação aos gastos. A Cidade do México, apesar de ser mais cara que as cidades do interior, é uma cidade barata em relação ao Brasil. Se compararmos a Cancún, aí que a cidade se torna, realmente, barata!

Leia também: Onde ficar na Cidade do México, veja os melhores bairros

Pirâmides estão fora da cidade

Quando falamos em turismo na Cidade do México nos referimos também às cidades próximas que possuem sítios arqueológicos interessantes. A mais importante de todas é Teotihuacán que possui as incríveis Pirâmides do Sol e da Lua. Esse é um dos passeios mais importantes para fazer na cidade e ele gasta pelo menos meio dia. Porém, como as pessoas costumam visitar a Basílica de Guadalupe no mesmo dia, já que ficam na mesma direção, aí já completa um dia inteiro. Se for por excursão ainda pode encaixar o Museu Frida no mesmo dia. Para saber mais leia: Como ir a Teotihuacan: com excursão ou por conta própria?

Teotihuacán – Foto: LWYang (CC BY 2.0)

Centro Histórico

Pessoas que ficam apenas um dia na Cidade do México costumam conhecer o Centro Histórico. O Centro Histórico possui muitas atrações como a Praça Zócalo, a Catedral Metropolitana, o Palácio Nacional (sede do executivo federal), o Palácio de Belas Artes, o Museu Templo Mayor, além de outros museus e muitas ruas interessantes de caminhar e conhecer. Por isso, é bom gastar um dia inteiro no Centro. Mas, se tiver pouco tempo, meio dia já dá para conhecê-lo bastante.

Leia também: O que fazer na Cidade do México, conheça os 12 principais pontos turísticos

Centro Histórico da Cidade do México – Foto: iivangm (CC BY 2.0)

Bosque Chapultepec

Outro ponto essencial do roteiro é o Bosque Chapultepec. O grande bosque, que possui áreas verdes, jardins e vários museus, é outra parada obrigatória na cidade. Nem todos os museus são essenciais conhecer e para visitar tudo é preciso mais de um dia. O mais importante é o Museu Nacional de Antropologia, que aliás é o melhor de todo o país e bastante interessante.

Como ele é grande, uma visita com calma pode gastar meio dia. Outro lugar essencial é o Castelo de Chapultepec, que é um museu não tão interessante, mas vale a pena a visita! Com essas duas atrações, mais um ou outro museu e ainda mais levando-se um tempo para conhecer o bosque, já gasta-se um dia inteiro. Para conhecer mais sobre o bosque leia: Bosque de Chapultepec: castelo, áreas verdes e vários museus.

Bosque Chapultepec

Para quem tem o tempo muito apertado, pode visitar apenas o Castelo de Chapultepec e o Museu de Antropologia em meio dia e a outra metade visitar o Centro Histórico. Fazendo um roteiro mais simples e corrido, seria possível em um dia conhecer o Centro Histórico e Chapultepec, mas isso não é o ideal.

Tempo mínimo na Cidade do México

Para conhecer o básico da Cidade do México são necessários três dias. Um para o Centro Histórico, outro para o Bosque Chapultepec e o terceiro para Teotihuacán e Basílica de Guadalupe. Esse é o roteiro básico na cidade. Contudo, quem tiver mais tempo disponível poderá conhecer mais em profundidade a cidade.

Roteiro 5 dias

Com cinco dias já é possível conhecer além do óbvio. Considero que cinco dias é um tempo bom e suficiente para conhecer o que há de mais interessante na cidade.

Com dois dias a mais pode-se fazer um passeio em locais mais distantes da Cidade do México, como Xochimilco. O bairro, distante do centro, possui centenas de quilômetros de canais onde é possível fazer passeio de trajineras, os famosos barquinhos coloridos.

Outra opção é conhecer cidades das redondezas. Tula é a segunda mais importante, depois de Teotihuacán. A cidade possui um sítio arqueológico com pequenas pirâmides. Porém, o mais importante são os Atlantes de Tula, quatro esculturas de guerreiros de pedra.

Além desses locais, você ainda tem tempo para conhecer o bairro de Coyacán e o Museu Frida; também pode desbravar por completo o Bosque Chapultepec, o Centro Histórico e ainda curtir a noite na cidade.

Foto: iivangm (CC BY 2.0)

Roteiro 7 dias

Um roteiro com mais de cinco dias é para quem quer conhecer mais profundamente a cidade e se aventurar pela parte não turística. É possível conhecer o sofisticado bairro de Polanco, os mercados e a culinárias popular e é claro, as atrações que por ventura, não deram tempo de conhecer do roteiro de cinco dias.

Ainda é possível conhecer cidades um pouco mais distantes como Tula (100 km) onde ficam umas pequenas pirâmides e os Atlantes, esculturas de guerreiros ou Puebla (132 km) que possui um charmoso Centro Histórico e a Pirâmide de Cholula (120 km), que apesar de não parecer uma pirâmide é a maior do país. Essas duas últimas podem ser conhecidas no mesmo dia, já que ficam próximas a apenas 12 km de distância.

LEIA TAMBÉM:

-Basílica de Guadalupe, parada obrigatória na Cidade do México

-Teotihuacan, a cidade das famosas pirâmides mexicanas

-Cancún, Riviera Maya e outros locais para se hospedar

Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui