Início França Paris Dicas de como economizar na viagem a Paris

Dicas de como economizar na viagem a Paris

Paris é um destino incrível! Romântica, charmosa e cheia de cultura, a cidade é o sonho de consumo de várias pessoas ao redor do mundo. Entretanto, a cidade é também bastante cara! A média de gastos diários passa dos €100. Por isso, com algumas dicas simples você consegue reduzir os seus gastos para não precisar estourar o orçamento.

Hotel longe do centro

Os hotéis de Paris são caros! Na região central, então que é onde estão a maioria das atrações turísticas, eles são ainda mais! A média de preço de hospedagem nessa região é bem alta. Por isso, se quiser economizar a primeira dica é ficar afastado do centro.

O metrô te deixa próximo a qualquer atração turística da cidade, em 20-30 minutos você sai das regiões periféricas de Paris e chega na região central. Entretanto, para isso é bom você se hospedar próximo de uma estação de metro! Veja nossa lista de hotéis baratos e próximos ao metrô.

Passe de transporte público

Se você vai ficar longe do centro, você utilizará bastante o transporte público. No mínimo, duas vezes por dia, provavelmente, mais do que isso. Então você precisa pagar menos no transporte público. A dica é comprar o Navigo um passe semanal de transporte. Ele te dará acesso ilimitado ao transporte público: metrô, ônibus, trem (até Versalhes e aeroportos), trainway (VLT). Para saber como esse passe funciona leia o texto: Como se deslocar em Paris: metrô, ônibus, Uber e táxi.

Metro de Paris – Foto: wikipédia (CC BY 2.0)

Sanduíches naturais

Vários supermercados franceses vendem sanduíches naturais já prontos para o consumo. São aqueles sanduíches feitos com pão de forma. Há uma grande variedade de sabores, desde aqueles que vêm apenas com presunto até outros que vêm com patê e salada.

Os sanduíches são bem mais baratos do que comida de restaurante e cafés, além de ser uma ótima pedida para um lanche rápido. Há vários supermercados e suas versões menores que são quase como lojas de conveniência. Basta perguntar para algum local onde há um supermercado.

Hotel com cozinha

A gastronomia francesa é incrível. Não é à toa que ela é apreciada no mundo inteiro e era degustada inclusive pelas famílias reais portuguesas. Entretanto, apesar de ser muito boa, é também cara! Os restaurantes em Paris não são nada baratos.

Uma dica que faz você economizar bastante é escolher um hotel que tem uma cozinha compacta com fogão, microondas, frigobar, panelas e demais utensílios de cozinha.

Você pode almoçar na rua e jantar no hotel, cozinhando a própria comida. Deste modo, você pode apreciar a gastronomia francesa e ainda economizar. Quando eu falo cozinhar nem é preciso de muito esforço, porque há uma grande variedade de comidas congeladas. Veja nossa lista de hotéis com cozinha em Paris. Nesta lista, também explicamos porque é mais econômico almoçar nos restaurante e não jantar.

Hôtel Sainte-Marie – Foto: divulgação

Reserve o hotel com antecedência

Imagino que você não queira apenas ficar em um hotel com bom preço, mas que também seja bom, não é mesmo? Os hotéis com os melhores custo-benefício são os primeiros a esgotarem os quartos.

De maio a junho a cidade fica cheia e é bom reservar seu quarto com dois ou três meses de antecedência. Já se viajar na alta temporada (julho e agosto) pode reservar com pelo menos quatro meses de antecedência. Para ver hotéis em promoção em Paris clique aqui.

Chip de internet 4G

Agora vamos falar mais de economia de tempo. Com um chip de internet para seu celular você não ficará pedido! Deixe o Google Maps te ajudar achar os caminhos e recorra ao Google sempre que quiser conferir o horário de funcionamento de alguma atração turística. Para não ter viagem perdida e chegar na hora que o museu está fechando. Como diz aquela famosa expressão “tempo é dinheiro”.

Para ter internet no seu celular, recomendamos comprar o chip da America Chip. A empresa vende chips com internet 4G para Europa. Eu já usei o serviços deles e recomendo. Possuem preços abaixo da média. Para saber outras empresas que vendem e como funcionam esse tipo de chip leia Chip internacional de internet: preços, tipos e dicas.

Tours gratuitos em Paris

Há alguns tours que são gratuitos em Paris. Se você quiser conhecer mais da cidade e contar com a explicação de um guia local pode fazer um desses tours gratuitos. A Civitas oferece dois tours gratuitos: um tour geral pelo centro histórico de Paris de 2h30 e um tour de 2h sobre os mistérios e lendas da cidade.

Nesses tours que são inglês/espanhol e apenas em espanhol, respectivamente, você não precisa pagar nada. No final do tour se achar que o guia foi bom você dá uma gorjeta para ele.

Suba a Torre Eiffel de escadas

Há duas maneiras de subir a Torre Eiffel. Da entrada até o segundo piso, você pode escolher subir de elevador ou escada. Além de ser mais barato subir de escada, a fila anda bem mais rápido.

Já do 2° para 3° piso só há a opção de ir de elevador. Para saber mais sobre a subida na torre Eiffel leia Torre Eiffel: guia completo com preços, dicas e recomendações.

subindo escadas torre eiffel
Subindo a Torre de escada

Vai visitar muitos museus? Compre o Museu Pass

Se você pretende visitar pelo menos quatro museus, vale a pena comprar o Museum Pass, o passe é válido para entrar na grande maioria de museus da cidade. Dentre as principais atrações, apenas a subida a Torre Eiffel não está incluída no passe.

Há passes para 2, 4 e 6 dias. E eles são mais barato do que comprando os ingressos individualmente. Além disso, vale muito a pena para quem é “pão duro”, pois acaba conhecendo lugares interessantes e bonitos nunca conheceria se precisasse de pagar individualmente o ingresso.

Seguro viagem obrigatório

Essa dica agora é para não perder a passagem internacional. Nas viagens a Europa o seguro viagem é obrigatório devido ao Tratado de Schengen que obriga os turistas de fora da União Europeia a contratar um seguro viagem no valor mínimo de  €30.000 para todo o período que estiverem viajando pelos países membros.

Caso você não tenha, a imigração pode impedir a sua entrada. Por isso, não esqueça de contratar seu seguro viagem. Faça uma cotação. Para dicas de como escolher, leia o texto Seguro viagem: como pesquisar e onde comprar.

Foto de capa: Marco Verch (CC BY 2.0)
Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.