Início Turquia Capadócia Guia completo da Capadócia: quando ir, o que fazer, onde ficar

Guia completo da Capadócia: quando ir, o que fazer, onde ficar

A Capadócia é um dos destinos mais bonitos e visitados da Turquia. Depois de Istambul, o local mais interessante da Turquia é a Capadócia. Então, vale a pena incluir esse destino no seu roteiro de viagem pela Turquia.

Para lhe ajudar a entender melhor a região e a programar da melhor forma a sua viagem, fiz esse texto com as informações e dicas mais importantes para quem pretende conhecer a Capadócia.

Onde fica a Capadócia

A Capadócia fica localizada na Anatólia Central, no centro da Turquia. A Capadócia não é uma cidade, mas uma região da Turquia com uma área de 15.000 km².  Apesar de ser uma área bem extensa, a maioria das atrações turísticas se concentram em uma região mais central.

Para você ter uma ideia, há três principais cidades turísticas: Goreme, Urgup e Uçhisar. E elas ficam muito próximas, a menos de 15 km de distância umas das outras.

onde fica capadocia
O mapa da Turquia para você saber onde fica Capadócia

Como chegar

A Capadócia não fica próxima de outras regiões turísticas da Turquia. Istambul, por exemplo, fica a 750 km de Istambul.

Devido às grandes distâncias a maioria dos turistas opta por chegar de avião. Para a felicidades dos turistas, voos internos na Turquia são baratos se comprados com antecedência.

Há dois aeroportos que atendem à Capadócia: Nevsehir e Kayseri que ficam a 38 e 76 km, respectivamente. Entretanto, a maior parte dos voos saem de Istambul.

Se você estiver em Pamukkale ou nas praias da Costa Turquesa, viajar de ônibus pode ser uma opção, já que não há aeroportos próximos de várias cidades e os voos precisarão fazer escala.

Para mais informações leia o texto que fizemos sobre como chegar de avião, ônibus e carro na Capadócia.

guia completo capadocia turquia
Capadócia é um destino muito agradável para viajar de casal

O que fazer na Capadócia

A Capadócia é uma região muito peculiar devido ao seu relevo, onde encontram-se formações rochosas de vários tipos e formatos. Uma das mais conhecidas são as chaminés das fadas. Porém, existem também formações rochosas que lembram animais e a lua.

Entretanto, o que deu fama a Capadócia é que muitas dessas formações rochosas inusitadas serviram de moradias para civilizações antigas e para cristãos na Idade Média. Eles esculpiam suas casas e igrejas dentro das rochas e há, inclusive, algumas cidades subterrâneas, onde eles se escondiam de invasores.

Conheça o que fazer na Capadócia:

Passeio de Balão

Voo de balão é o passeio mais desejado dos turistas – Foto: Jose Gonzalvo Vivas (CC BY-NC-ND 2.0)

Quando perguntado “o que fazer na Capadócia” apenas uma atividade surgi na cabeça da maioria das pessoas: passeio de balão.

Essa atração turística é a mais famosa, não apenas da Capadócia, mas de toda a Turquia. As imagens dos balões na Capadócia se tornaram tão populares, que o voo de balão é hoje  objeto de desejo de turistas do mundo inteiro. E consequentemente, a atividade turística mais lucrativa para as operadores de turismo do país.

Porém, a fama dos passeios de balões não é por acaso.  A Capadócia possui um relevo muito peculiar, por isso vê-lo de cima é surpreendente. Além disso, as dezenas de balões que colorem o céu da Capadócia deixam o cenário ainda mais fascinante.

Se quiser fazer esse passeio será necessário acordar bem cedo, já que os voos ocorrem ao raiar do dia e duram cerca de uma hora sobrevoando as formações rochosas da região.

Apesar da Turquia ser um destino barato, os passeios de balão são bem caros! Para saber os preços clique aqui. Uma informação importante que você precisa saber, é que o mau tempo e os ventos fortes podem fazer o passeio ser cancelado e remarcado para o dia seguinte. E isso pode acontecer em sucessivos dias. Então, se você não reservar com antecedência pode não conseguir um lugar. Para conhecer as peculiaridades desse passeio e dicas leia Voo de balão na Capadócia: preços, dicas e advertências.

Museu a Céu Aberto de Goreme

Igreja dentro da rocha no Museu a Céu Aberto de Goreme – Foto: wikipédia

Essa é a atração mais cheia da Capadócia! O Göreme Open Air Museum ou Museu a Céu Aberto de Goreme é um daqueles locais com formações rochosas inusitadas, chamadas de “chaminés das fadas”. Entretanto, além do relevo ser interessante, o local foi um monastério bizantino onde você encontra várias igrejas e cômodos esculpidos nas rochas que datam do século X ao XIII.

Muita gente se confunde achando que São Jorge, mais conhecido como Jorge da Capadócia, frequentava essas igrejas esculpidas na rocha. O santo mais famoso do país viveu no século II d.C. muito antes dessas construções. Porém, a história que ele havia matado um dragão, chegou à Europa no século XIII, mesma época das construções das igrejas.

Voltando a falar do Museu a Céu Aberto de Goreme, ele se tornou Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1984 e é uma das paradas obrigatórias de quem visita a Capadócia.

Cidades subterrâneas

Derinkuyu é uma das cidades subterrâneas construídas na Capadócia – Foto: wikipédia

Apesar do Museu a Céu Aberto de Goreme ser interessante, as construções mais inusitadas são as cidades subterrâneas e existem várias delas na Capadócia. Esses locais intrigantes que possuem quartos, cozinhas, banheiros e corredores em até quatro andares abaixo do nível exterior são muito interessantes. Ainda mais porque eram esculpidos dentro da rocha e abrigavam centenas ou milhares de pessoas.

Apesar de haver mais dúvida do que certeza sobre esses locais, acredita-se que eram residências temporárias usadas para os habitantes locais e seus animais se esconderem de invasores. As duas principais cidades subterrâneas são Derinkuyu e Kaymakli.

Hotéis de caverna na Capadócia

Hotéis de caverna são as opções de hospedagens mais famosas da Capadócia – Foto: Anatolian Houses Cave Hotel

Uma atração também bem popular entre os turistas é se hospedar em um cave hotel (hotel de caverna). Apesar dessa não ser uma atração turística, pela característica inusitada e diferente dessas habitações, acaba sendo uma atividade que chama a atenção de muitas pessoas.

Para se sentir como os antigos habitantes da Capadócia, muitos hotéis construíram quartos dentro da rocha. Apesar de terem estilos rústicos, existem hotéis de todos os níveis que possuem quartos de caverna. Porém, não é todo mundo que gosta de se hospedar nessas habitações. Para saber mais leia: Hotéis de caverna da Capadócia, vale a pena se hospedar?

Vale do Amor

O Vale do Amor possui esse nome devido ao formato das rochas

Uma das formações rochosas mais inusitadas da Capadócia fica no Love Valley ou Vale do Amor, em português. Se você tem um pouco de maldade, já deve ter percebido com o que se parecem as rochas e entendido porque o local se chama vale do amor.

As formações rochosas ficam dentro de um vale e apesar da maioria dos turistas verem o local do alto, é possível entrar no vale. Atravessar o vale é uma aventura! Eu fui sem saber o que encontraria por lá e passei por uma aventura e tanto. Eu conto esse relato no texto: Vale do Amor, aventura e belezas na Capadócia.

Pasabag – Vale dos Monges

Pasabag – Vale dos Monges, melhor local para você ver as chaminés das fadas – Foto: momo (CC BY 2.0)

Pasabag, conhecido também como Monks Valley (Vale dos Monges), é o melhor local para você ver as chaminés das fadas. Essa é a formação rochosa mais típica da Capadócia e no Vale dos Monges você encontrará várias delas. Segundo lendas locais, o local era habitado por fadas que viviam no subsolo. Já no início da era cristã, por volta dos séculos IV e V, monges viveram na região. Por isso, existem igrejas dentro de algumas rochas.

Devrent Valley

Devrent Valley, com suas rochas em formato de animais – Foto: Vince Smith

Diferente dos outros vales, no Devrent Valley não existem igrejas em cavernas. O local nunca foi habitado. O que torna esse lugar famoso é a paisagem que dizem parecer com a imagem lunar.

No local existem chaminés de fadas e várias outras rochas em formato de animais. Se deixar a imaginação fluir, você encontrará no local rochas em formato de cobra, golfinho, camelos, entre outros animais. Por isso, o local também é chamado de Vale da Imaginação.

Vale Ihlara

Vale Ihlara é um canyon de 100 metros de profundidade

O Vale Ihlara é um canyon com profundidade de 100 metros e 14 km de extensão. Ao longo do canyon existem várias casas e igrejas esculpidas na rocha, apesar delas não serem muito interessantes. Com um pequeno rio passando dentro do canyon, o local era ideal para moradia e acredita-se que milhares de pessoas viviam no local.

Por ser um canyon profundo o local é bonito, mas não é das atrações mais interessantes da Capadócia. Entretanto, se tiver tempo vale uma visita.

Noite Turca

Noite Turca, uma oportunidade de conhecer um pouco mais a cultura do país – Foto: Get Your Guide

Para variar um pouco de estilo de atração, você pode participar de uma noite ao estilo turco, com músicas, danças e comidas em um ambiente de caverna. Na noite turca existem bailarinos que apresentam danças típicas turcas, ao som de músicas regionais e ainda é servido um jantar com bebidas. Para saber mais informações e preços clique aqui.

Quando ir

A melhor época para visitar a Capadócia é na primavera e no outono, ou seja abril a junho, setembro e outubro. Julho e agosto é alta temporada devido às férias escolares do hemisfério norte. Nesta época do verão, a Capadócia fica lotada e cara, além das temperaturas ficarem mais altas. Por isso, se puder optar por viajar na primavera ou outono será melhor e mais barato.

Já no inverno, novembro a fevereiro, é a pior época do ano para fazer essa viagem. Por ser uma região montanhosa, faz bastante frio no inverno, podendo até nevar. Além disso, é a época que o tempo estará pior para fazer o voo de balão, podendo ocorrer mais cancelamentos. Por outro lado, os pontos turísticos estarão vazios e se der “sorte” de pegar neve, verá a Capadócia de uma maneira que poucos conhecem.

Capadócia sob neve fica bonita, porém mais fatigante de se caminhar – Foto: Pixabay

Quantos dias ficar

O mínimo de tempo para aproveitar a Capadócia são três dias e duas noites. Com esse tempo, você consegue conhecer as principais atrações turísticas do local. Dois dias e uma noite é pouco tempo e muito arriscado de você não conseguir fazer o passeio de balão, pois se cancelarem o voo de balão devido ao mau tempo, ele é remarcado para o próximo dia. O passeio acontece logo ao raiar do dia.

Por outro lado, se você quiser conhecer a Capadócia com mais calma e visitar mais atrações pode ficar cinco dias por lá, que é um bom tempo para aproveitar toda a região.

quantos dias ficar na capadocia
Explorar as rochas que foram esculpidas e habitadas na Capadócia é incrível

Onde ficar na Capadócia

Como a Capadócia é uma região, existem várias pequenas cidades onde você poderá se hospedar. Apesar de possuir muitas opções, a grande maioria dos turistas opta por ficar em Goreme ou Urgup. Essas são as duas principais cidades turísticas da Capadócia e onde concentram-se a maior parte dos hotéis, restaurantes e agências de turismo. Entretanto, ainda há uma terceira cidade com algumas opções interessantes chamada de Uçhisar.

Goreme é, para mim, a melhor opção de hospedagem. Cidade pequena, mas charmosa, é lá que se encontra o Museu a Céu Aberto. Porém Urgup é a que possui os melhores hotéis. Para conhecer as diferenças das cidades e ver dicas de hotéis leia o texto: Onde ficar na Capadócia: Goreme, Urgup ou Uçhisar?

hotel caverna capadocia
Foto: divulgação Anatolian Houses Cave Hotel

Urgup, a apenas 9 km de distância de Goreme, é a outra opção. A cidade também é bem bonitinha e possui uma região apenas com hotéis de caverna. Para ver as dicas de hospedagem leia: Hotéis de caverna em Urgup, veja onde ficar.

Seguro Viagem

Muita gente se pergunta se a Turquia exige seguro viagem. Apesar da Turquia querer se tornar um estado membro da União Européia, a solicitação ainda não foi aprovado. Por isso, o seguro viagem não é obrigatória a turistas que visitam o país. Entretanto, é recomendando contratá-lo.

Uma viagem à Capadócia não é algo perigoso. O que tem de mais arriscado é ficar desidratado ao fazer uma trilha. Principalmente se não souber o que lhe aguarda na trilha do Vale do Amor, como aconteceu conosco. Além disso, nunca sabemos quando um problema de saúde pode aparecer. E assistência médica não é barato na Turquia.

Por isso, nós recomendamos sempre viajar com seguro viagem. Além de lhe garantir atendimento médico, lhe dá tranquilidade. E você ainda possui outras garantias como viagem de regresso em caso de doença e assistência financeira em caso de extravio de mala.

O melhor lugar para pesquisar seguros viagens é na Seguros Promo, um buscador onde você encontra as melhore seguradoras, uma boa ferramente de comparação e ótimos preços. Faça sua cotação. Leitores do blog Abrace o Mundo possuem 5% de desconto no seguro viagem, é só inserir o código ABRACEOMUNDO5.

Foto: Pixabay

Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.