InícioSanta CatarinaFlorianópolisO que fazer em Florianópolis: praias, trilhas, museus e muito mais

O que fazer em Florianópolis: praias, trilhas, museus e muito mais

Florianópolis, a famosa capital de Santa Catarina, é um atrativo turístico, não só no verão, mas em todas as épocas do ano. Encantando os visitantes e moradores, a Ilha da Magia oferece diversos passeios e programações para todos os públicos e interesses.

Florianópolis contempla atrações naturais, experiências gastronômicas e culturais que fazem com que a cidade seja um verdadeiro cartão postal. Segundo a Pesquisa Fecomércio SC sobre o turismo catarinense (2020), a cidade conquista boa parte dos turistas uma vez que 25% já visitaram 5 ou até mais vezes o local.

Além disso, a pesquisa também revela que as viagens em família no litoral do estado representam 60%, viagens em casal somam 18%, viagens em grupo de amigos contam 13% e viagens para os que vão sozinhos chegam aos 7%. Como a capital detém a maior parte do turismo, os dados não se alteram consideravelmente.

O que fazer em Florianópolis

Agora que você já sabe que a cidade está mais que preparada para te receber, nada melhor do que saber o que fazer em Florianópolis e preparar seu roteiro de viagem para aproveitar o máximo possível!

Praias de Floripa

O que fazer em Florianópolis
A Praia da Daniela é perfeita para aproveitar um dia em família – Foto: Papa Pic

São os maiores atrativos, sendo quase uma parada obrigatória para quem visita o destino. Florianópolis possui praias ideais para diferentes propostas, desde esportes radicais e drinks na areia até a calmaria e passeios para famílias.

As praias se divergem no comprimento e textura da faixa de areia, agitação do mar e público-alvo. O mar costuma ser mais gelado do que as praias do litoral nordestino, mas sempre com águas cristalinas, digno de um mergulho ainda que rápido.

Praia da Daniela e a Praia de Canasvieiras são perfeitas para apreciar com a família ou levar crianças e idosos para aproveitar o dia. Já a Praia Mole e a Praia da Joaquina são ideais para o pessoal mais jovem aproveitar. Você pode definir as praias que mais se adéquam ao que você procura no nosso blog post 10 melhores praias de Florianópolis.

Ilha do Campeche

pontos turisticos de florianópolis
A Ilha do Campeche é um Patrimônio Histórico e Artístico Natural — Foto: André Luiz Bortoli

A ilha, que é um patrimônio arqueológico, é conservada e possui passeios fiscalizados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional — IPHAN. Apesar de ser vista a olho nu na Praia do Campeche, para visitá-la é necessário embarcar em barcos programados. As saídas ocorrem na própria Praia do Campeche, na Praia da armação ou na Barra da Lagoa e o translado costuma custar de 70 até 160 reais, dependendo do local de partida escolhido. Para quem precisa do transporte do hotel até o local de partida do barco, há um tour do Civitatis que inclui todo o trajeto.

A duração do passeio é de 4 horas, que podem ser preenchidas com um belo descanso na Praia da Enseada ou com trilhas. A Praia possui um mar de águas claras e dispõe, apesar de ser permitido levar por conta própria no passeio, serviço de aluguel de cadeiras.

Além disso, as trilhas que percorrem a terra e até a água, são guiadas por instrutores do IPHAN e variam entre de 10 a 60 reais. É o passeio ideal para quem quer contemplar a natureza sem deixar de conhecer um pouco mais da cultura do local, uma vez que é possível saber mais sobre a história de antepassados através de pinturas rupestres de mais de 5 mil anos.

Passeio de barco pirata

o que fazer em floripa
O passeio de barco pirata é uma ótima atração para crianças — Foto: Atramos

A embarcação é feita através da Praia de Canasvieiras, o passeio tem 5h de duração e conta com parada para almoço opcional e não inclusa no valor que varia de 100 a 125 reais por pessoa.

Fora a imersão de magia e festa que existe com a equipe fantasiada e um capitão pirata liderando o barco, existe também a imersão na natureza. O passeio também conta com vistas panorâmicas das Praias de Canasvieiras, Jurerê Internacional, Daniela e a Fortaleza São José da Ponta Grossa. Além disso, é possível assistir ao nado dos golfinhos em sua baía que é atualmente considerada área de proteção ambiental permanente.

Lagoa do Peri

Lagoa do Peri
A Lagoa do Peri é um local muito procurado por famílias com crianças – Foto: Felipe Zig

É o maior manancial de água potável da ilha e a maior lagoa de água doce e potável do litoral de Santa Catarina, devido ao seu alto nível de conservação. A lagoa faz parte do Parque Municipal da Lagoa do Peri, que é uma reserva ecológica recheada de belezas naturais como a regenerada Mata Atlântica original, animais típicos como o macaco-prego, lontra e até a procurada gralha-azul.

Apesar de estar localizada em uma região sem infraestrutura, é válido ressaltar a tranquilidade do ambiente e principalmente da água, que não é afetada pela movimentação da maré. Nesse sentido, é o passeio ideal para quem gosta de estar em contato com a natureza, mergulhar sem muitos riscos e relaxar. Além disso, como não existem restaurantes nas redondezas, é um local bacana para fazer um piquenique com a família e apreciar a vista.

Dunas

o que fazer em floripa
As dunas da Praia da Joaquina são as mais procuradas por turistas — Foto: Cristina Pessini

As dunas são atrações naturais procuradas por turistas, principalmente durante a alta temporada. Além disso, devido a ação dos ventos, as areias móveis e finas formam pequenos e médios montes ideais para a prática do sandboard, esporte nascido entre a Praia da Joaquina e a Lagoa da Conceição.

É válido ressaltar que apesar de haver dunas na Praia de Moçambique, Praia do Campeche, Praia da Armação e Praia do Pântano do Sul, as dunas mais procuradas são na Praia dos Ingleses, entre a Praia dos Ingleses e a Praia do Santinho e entre a Praia da Joaquina e a Lagoa da Conceição. Caso você queira se aventurar, passe protetor e leve a carteira, o aluguel de pranchas está disponível e tende a aumentar durante o verão.

Trilhas

pontos turísticos florianópolis
A Trilha da Lagoinha do Leste é considera uma das mais difíceis da região — Foto: Papa Pic

Traçar trilhas é uma ótima ideia para quem tem um espírito aventureiro e gosta de contato direto com a natureza. Florianópolis possui mais de 30 trilhas sendo elas terrestres ou aquáticas, contemplando belas vistas ou dando acesso a outros locais.

Para quem já está habituado a atividades que exigem um maior desempenho ou até mesmo com trilhas de alta intensidade, as melhores trilhas são:

Trilha da Lagoinha do Leste

Dá acesso à bela e selvagem Praia da Lagoinha do Leste. A trilha é considerada uma das mais difíceis pelos turistas e nativos contendo quase 3 horas de caminhada, subidas íngremes e percursos cobertos por mata.

trilhas florianopolis
Trilha da Lagoinha Leste – Foto: divulgação/ Viator

Para quem prefere fazer a trilha com guia há tour para a trilha da Lagoinha e do Morro da Coroa.

Trilha do Morro da Coroa

Em primeiro lugar é necessário percorrer a Trilha da Lagoinha do Leste para depois se aventurar até chegar no Morro da Coroa, mirante da Lagoinha. O trajeto exige 40 minutos de caminhada em um terreno íngreme e arisco.

Trilha da Barra da Lagoa

Dá acesso para a Praia da Galheta, a única praia de nudismo de Florianópolis. O percurso se inicia e permanece em uma subida extensa até chegar em uma descida contínua, contém 2 horas de caminhada e é possível conhecer alguns mirantes. A recompensa vem na hora de voltar, é possível sair facilmente da trilha pela Praia Mole, praia vizinha.

pontos turisticos floripa
Já a Trilha da Cachoeira da Solidão é uma das mais fáceis e pode ser feita por idosos e crianças — Foto: Diego Zang

Agora, para quem pretende apenas ter o gostinho de traçar uma bela trilha sem grandes esforços, as melhores trilhas são:

Trilha do Saquinho

É pavimentada e em 30 minutos você chega à Praia do Saquinho, sendo o único acesso à respectiva praia. Durante o percurso, é possível ter a vista de diversas praias e ilhas e ainda garantir uma boa refeição no Restaurante do Vaguinho.

Trilha da Cachoeira da Solidão

No início da Trilha do Saquinho, existe um acesso que te leva para a Trilha da Cachoeira da Solidão. O percurso dura 15 minutos e contempla uma bela cachoeira. Uma vez que a trilha é de fácil acesso é possível ir com crianças e idosos. Por isso, a trilha costuma ser bastante movimentada.

Trilha para as Piscinas Naturais da Barra da Lagoa

Atravessando a ponte que cruza o canal da Barra, você chega nas belas piscinas naturais em meio as pedras. Além disso, o trajeto é tranquilo e dura 15 minutos. Por isso é a trilha de mais fácil acesso.

Da fácil a mais difícil, não deve se deixar a prudência de lado. Utilize roupas leves, sapatos adequados e abuse do protetor solar. Esteja sempre preparado para garantir um bom passeio.

Mirantes

o que fazer em florianópolis
A Ponte Hercílio Luz é um cartão postal da cidade — Foto: ARS

Nada melhor do que poder observar Florianópolis de lugares que te garantem uma experiência única e uma vista de tirar o fôlego. Se preparem para encher a galeria de fotos.

Na Região Central tem o Mirante da Ponte Hercílio Luz, o mais visitado uma vez que possui fácil acesso e é considerado um verdadeiro cartão postal. O local é bem conservado e garante também uma bela visão da Ponte Pedro Ivo Campos e da Ponte Hercílio Luz, ambas integram o continente à ilha. Costuma ser mais movimentado durante a tarde já que pôr do sol proporciona o clique perfeito ao revelar a silhueta da Ponte Hercílio Luz.

Na Região Norte, entre a Praia Brava e a Praia dos Ingleses, existe o Mirante da Praia Brava que se localiza ao lado de um restaurante e no fim da Avenida Epitácio Bittencourt. Com a visão panorâmica, é possível enxergar a beleza do mar, a faixa de areia e a porção de condomínios de alto padrão da região. O mirante fica a 2 minutos da Praia Brava, então vale a pena dar uma passadinha.

Na Região Leste é possível visitar o Mirante da Lagoa da Conceição, localizado onde era o hotel do jornalista Manoel de Menezes. Nele conseguimos ter a vista que muitos consideram a melhor da cidade: do mar, das dunas, da Mata Atlântica e da Lagoa da Conceição.

Na Região Sul, localizado no alto do Morro do Lampião, o Mirante da Pedra do Urubu se destaca pela sua vista privilegiada que vai desde a ponta sul da ilha até a área do Aeroporto Hercílio Luz. Para acessá-lo, é necessário percorrer uma pequena trilha por dentro da mata.

Projeto TAMAR

pontos turísticos florianópolis
Projeto Tamar é uma das atrações preferidas de crianças – Foto: Felipe Zig

O Projeto Tamar é quase uma parada obrigatória para quem busca o que fazer em Florianópolis. São diversas unidades no Brasil, e uma delas é localizada próximo à Barra da Lagoa, na capital catarinense.

O passeio é ideal para quem se encanta com a vida marinha, em especial as tartarugas. A unidade contém diversas piscinas com tartarugas e expõe a missão de conscientização e preservação dessa espécie. A visita é guiada, o que possibilita conhecer um pouco mais da vida das tartarugas marinhas.

A entrada custa 16 reais e vale a pena conferir horário de funcionamento e de visitas guiadas com antecedência no site do projeto.

O que fazer em Florianópolis: CENTRO

pontos turisticos floripa
A Praça XV de Novembro fica no centro de Florianópolis e atrai turistas e moradores — Foto: Second-Half Travels

O centro de Florianópolis é um ponto democrático que atende os mais divergentes interesses, desde conhecer mais sobre a cultura regional até fazer compras nas mais diversas lojas.

Cenário de pura história e onde foi erguida a estátua do Coronel Fernando Machado, morto na Guerra do Paraguai, pode-se visitar a Praça Fernando Machado que atualmente possui colunas e sinais de preservação, mas que já foi o primeiro mercado público da região.

Como praticamente uma extensão, a Praça XV de novembro se estabelece como palco para, além de homenagens aos mortos na Guerra do Paraguai, muitas festividades e celebrações. Durante datas comemorativas como o carnaval e natal, a praça é decorada e convidativa para blocos de carnaval e desfiles. Além disso, a praça é bem arborizada e possui a majestosa figueira centenária que conta com hastes de suporte para conservar sua vida de mais de 150 anos.

Museus de Florianópolis

o que fazer em floripa
O Museu Histórico de Santa Catarina já foi conhecido como Palácio Rosado — Foto: Daniel Vianna/MTur

No entorno da Praça XV de Novembro, encontramos a Catedral Metropolitana de Florianópolis, o Museu Vitor Meirelles e o Museu Histórico de Santa Catarina. A Catedral é uma homenagem para Nossa Senhora do Desterro. Nela, estão obras e peças valiosas vindas da Áustria e Portugal. Entre elas, encontram-se dois sinos doados por Dom Pedro I.

O Museu Victor Meirelles é uma homenagem a um dos maiores pintores e contribuintes para o Romantismo brasileiro. O local conta com obras e pinturas a óleo do pintor, sendo apreciado por moradores e turistas de terça a sexta-feira.

O Museu Histórico de Santa Catarina e Palácio Cruz e Souza, antigamente apelidado de Palácio Rosado, possui uma bela arquitetura com estátuas e alegorias externas esculpidas por um artista italiano. As construções e peças internas feitas de mármore também vieram da Europa encantando a todos com um cenário de realeza, isso se deve também por já ter sido Palácio do Governo do Estado. Atualmente o museu exibe obras de diversos lugares do mundo.

Assim como toda a parte histórica, no centro de Florianópolis está o Mercado Público. Turistas e moradores visitam o Mercado em todas as épocas do ano. O mercado se encontra na região central, dividindo a ala norte e sul que possuem comércios regionais e lojas de grande porte, e possui quiosques e restaurantes com música ao vivo. Os quiosques, assim como os restaurantes, atuam nos mais diversos ramos atendendo a todos os gostos e paladares.

Lagoa da Conceição 

o que fazer em florianópolis
A Lagoa da Conceição é tranquila e sem ondas — Foto: Natália Nodari

Qualquer visitante pode facilmente perceber que o local foi a primeira vila comercial da cidade, já que até hoje existem reflexos dessa época. O famoso centrinho da Lagoa da Conceição é badalado tanto de dia quanto de noite, devido a variação de restaurantes, bares e lojas.

Além disso, a região detém não só comércios, como também praias, dunas e o maior lago de Florianópolis. Em suas águas o pessoal que não poupa esforços para praticar os esportes náuticos se aventura no caiaque, escuna, stand up e passeio de pedalinho.

Além disso, por ser um local tranquilo e sem ondas, o ambiente se faz agradável para a recepção de crianças, idosos e a elaboração de piqueniques ou atividades recreativas. Entretanto é importante averiguar, principalmente em épocas de muito movimento como o verão, se a água está própria para banho.

Como se deslocar por Florianópolis?

Florianópolis é uma cidade muito ampla, por isso os deslocamentos são grandes. Para ir de norte a sul, como de Canasvieiras a Armação são 45 km e quase uma hora sem trânsito. Para quem quer conhecer várias atrações turísticas, vale a pena alugar um carro. Essa é a opção mais prática, com melhor custo-benefício. Entretanto, se viajar em feriados nos meses de verão é necessário reservar com antecedência, pois costuma acabar os carros das locadoras.

Para quem não estiver de carro e quer passar pelos pontos mais famosos da ilha de uma forma agradável, o ônibus turístico pode ser uma boa opção. Ele é caro, mas permite conhecer várias partes da ilha.

ônibus turistico florianopolis
Ônibus turístico é uma forma agradável de conhecer a cidade – Foto: divulgação/ Civitatis

Já para quem procura economizar, o transporte público é a opção mais barata. O terminal de ônibus do centro possui linhas para várias partes das cidade.

Quantos dias ficar em Florianópolis?

Segundo a Pesquisa do Fecomércio sobre o turismo catarinense (2020) citada anteriormente, os turistas que se hospedam em hotéis ou pousadas costumam permanecer 8 dias, em média, na capital. Entretanto, é possível se programar de acordo com seus interesses e aproveitar a cidade em menos tempo caso seja preciso.

Já provamos que a ilha não é só praia, né? Tem muito o que fazer em Florianópolis. O ideal, para curtir os pontos turísticos mais conhecidos e procurados, é mapeá-los e visitá-los na mesma data de acordo com a proximidade. Por exemplo, visitar a Praia de Canasvieiras e a Praia de Jurerê no mesmo dia ou visitar todas as atrações do centro de Florianópolis e reservar a noite para conhecer outra região, mas sem se esquecer de que a cidade possui trânsito na alta temporada, portanto esteja preparado. Assim você consegue otimizar o seu tempo e é claro que precisa de muito ânimo e energia para vivenciar as melhores experiências na Ilha da Magia.

Onde hospedar em Floripa?

O bairro onde você irá se hospedar é de extrema importância para garantir uma experiência completa, mas depende da proposta que precisa ser atendida. Se será uma viagem sozinho, em casal, com crianças, com idosos; ou se o objetivo é economizar ou se não há limites de orçamento; ou ainda, se a prioridade é descansar ou ver de perto tudo que Florianópolis tem a oferecer. De qualquer forma, todos esses fatores precisam ser avaliados para que sua hospedagem seja compatível com suas expectativas.

Em qual bairro ficar?

Alguns dos bairros que recebem altas taxas de turistas durante o verão são: Canasvieiras, Ingleses e Centro. Uma vez que são bairros que se desenvolveram muito nos últimos anos, há neles uma boa infraestrutura para receber visitantes com segurança e boas atrações. Isso também faz com que sejam muito procurados principalmente por famílias e turistas do Mercosul.

Além disso, outro atrativo interessante é a facilidade com que se encontra o necessário no próprio bairro e por um bom custo-benefício em relação a outros bairros sofisticados como Jurerê. Dessa forma não é preciso transitar entre os bairros para suprir algum requisito no meio da viagem.

Canasvieiras

O bairro de Canasvieiras fica localizado ao norte da ilha e a 25 km do Aeroporto Hercílio Luz. Esse bairro se popularizou por sua praia e seus comércios com valores acessíveis. Já que recebe muitos turistas estrangeiros, a maioria dos estabelecimentos conta com atendimento bilíngue. Além disso, o bairro é visito do bairro de Jurerê, outro bairro que chama bastante atenção dos visitantes.

Hotéis em Canasvieiras

Ingleses

O bairro dos Ingleses fica localizado ao norte da ilha e a 47km do Aeroporto Hercílio Luz. Ele é procurado pelo seu extenso centro comercial, policiamento em áreas movimentadas e por estar perto do centro da cidade. Além disso, é o bairro mais populoso da cidade e devido a isso se incorpora cada vez mais em questão de infraestrutura.

Hotéis nos Ingleses
praia dos ingleses florianópolis
Parte central da Praia dos Ingleses – Foto: divulgação Express Floripa Residence

Centro

O centro é uma boa alternativa para quem não está priorizando o fácil acesso às praias. O centro não está muito próximo de nenhuma praia, mas possui o terminal de ônibus que permite chegar em qualquer região da cidade.

Os hotéis mais baratos de Florianópolis estão no centro. Além disso, você encontra muitas opções de hotéis com ótimo custo benefício. No centro também há restaurantes com preços populares, muitas lojas e fácil acesso a várias linhas de ônibus. Então para quem busca economizar, o centro é a melhor opção!

O centro também é a escolha do turista de negócios, já que a maioria dos prédios comerciais encontram-se nessa região da cidade. Diferente de outras cidade do Brasil, o centro de Florianópolis possui uma área residencial muito grande e também é onde estão a maioria dos bons restaurantes, além de shoppings, praças e outras atrações urbanas. Por isso, há quem goste dessa região.

Hotéis no centro

Outras dicas de Santa Catarina

Agora que você já sabe o que fazer em Florianópolis, vale a pena conhecer as outras atrações do estado.

Balneário Camboriú é o segundo destino mais procurado do estado. Com várias atrações turísticas, como teleférico, aquário e a segunda maior roda gigante do Brasil, o destino recebe muitos turistas.

Santa Catarina também possui o Vale Europeu. Apesar de Blumenau ser a cidade mais conhecida, Pomerode é a mais bonita e interessante. A pequena cidade é charmosa e possui várias atrações turísticas como zoológico, museu de brinquedos e tour a fábrica de chocolate.

Texto escrito pela catarinense Gabriela Gomes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui