Início França Paris Os principais e mais importantes museus de Paris que não podem faltar...

Os principais e mais importantes museus de Paris que não podem faltar no seu roteiro

Paris é uma cidade cultural, possui dezenas de museus. Como você não terá tempo para conhecer todos, fiz uma lista dos principais museus que não podem faltar no seu roteiro. O primeiro critério para selecionar as atrações foi a quantidade de visitantes, mas também foram considerados a qualidade e o tamanho de seus acervos.

Leia também: Museus que merecem uma visita guiada em Paris

Museu do Louvre

bons museus paris
Setor de antiguidades egípcias do Museu do Louvre

O museu mais famoso de Paris é também o mais visitado. O Museu do Louvre recebe 8 milhões de visitantes por ano, segundo a administração do Louvre (números de 2017). Mesmo sabendo que nem todos os visitantes são turistas, esse número representa mais de 50% da quantidade de turistas que chegam a Paris. Por isso, se você só tiver tempo de visitar apenas um museu na cidade, a recomendação é visitar o Louvre!

O museu, que funciona em um grande palácio do século XII, é o maior da cidade e o que tem o mais extenso acervo; são mais de 35 mil obras que incluem pinturas, esculturas, gravuras e objetos diversos de civilizações antigas até o ano de 1848. Sua obra mais famosa é a Monalisa, mas o museu possui várias outras obras de Leonardo da Vinci e outros pintores renascentistas.

Outro setor de destaque é o das esculturas greco-romanas, onde estão as famosas esculturas Vênus de Milo e Vitória de Samotrácia. Entretanto, o setor que mais costuma agradar os visitantes é o de antiguidades egípcias, onde você encontrará sarcófagos, múmias e objetos da época dos faraós.

O museu possui dezenas de galerias. Ele é tão grande que muita gente acaba ficando perdido lá dentro. Como muitas vezes não dá tempo de ver tudo em um dia de visita, selecione as suas preferências. O museu fecha às terças-feiras; já às quartas e sextas-feiras funciona até mais tarde. Para saber horários, preços e demais informações atualizadas, acesse o site do museu clicando aqui.

O museu costuma ter filas, por isso é bom comprar o ingresso antecipado para evitar perder tempo na fila. Para comprar ingressos sem filas clique aqui. Para quem tem interesse de conhecer mais profundamente o museu pode fazer uma visita guiada em português.

Leia também: Torre Eiffel: guia completo com preços, dicas e recomendações

Museu de Orsay

esculturas nos museus de paris
Museu de Orsay

O segundo museu mais visitado de Paris é o Museu de Orsay, que recebe cerca de 3,5 milhões de visitantes por ano, segundo o Escritório de Turismo de Paris (dados de 2014). O museu é muito menor do que o Louvre e está instalado em uma antiga e charmosa estação de trem chamada de d’Orsay, que foi construída em 1900 para a Exposição Universal.

O Museu de Orsay possui obras de 1848 a 1914, sendo sua parte mais famosa os quadros dos pintores impressionistas como Monet, Cézanne, Degas e Renoir. O museu também possui esculturas de Rodin e quadros de Van Gogh.

O d’Orsay fica próximo ao Louvre e possui três andares pequenos, por isso em poucas horas é possível passar por todas as galerias. O museu fecha às segundas-feiras. Para saber horário de visitação acesse o site oficial. Para comprar ingresso pelo Tiqets acesse aqui. Há também as visitas guiadas, mas no caso do Orsay, apenas em inglês, para ver os preços clique aqui.

Centro Pompidou

melhores museus paris
Centro Pompidou

O terceiro museu mais visitado de Paris é o Centro Pompidou, com uma quantidade de público semelhante ao do Orsay, cerca de 3,5 milhões de visitantes ao ano, segundo a administração do museu. O Centro Pompidou é onde fica o Museu Nacional de Arte Moderna da França. Esse museu é mais interessante pelo lado de fora do que pelo lado de dentro. Sua construção chama a atenção de qualquer pessoa que passa pela rua. O prédio foi construído “do avesso”; suas estruturas, canos e escadas rolantes ficam na parte de fora do prédio. Por isso, sua arquitetura é tão emblemática e muitas pessoas visitam apenas para conhecê-lo por fora.

O Museu de Arte Moderna é bem pequeno, possui dois andares e é menor ainda que o Orsay. O museu conta com um acervo de obras modernas e contemporâneas do período de 1905 até os dias de hoje. Entre as principais atrações estão quadros de Picasso, Salvador Dalí, Andy Warhol. Proporcionalmente, é o museu que possui maior parte dedicada a exposições temporárias, cerca de 30% do espaço.

É possível entrar no prédio mesmo sem entrar no museu, já que há uma biblioteca, uma cinemateca, além de um restaurante no último andar. O museu fecha as terças-feiras. Para saber o horário de visitação acesse o site oficial. Para comprar ingresso clique aqui.

Museu das Armas

melhores museus paris tumba napoleão
Tumba de Napoleão Bonaparte – Foto: Steve Collis (CC BY 2.0)

O quarto museu mais visitado de Paris possui uma temática bem diferente dos demais citados até agora. O Museu das Armas, também conhecido como Museu do Exército, é uma ótima atração para quem gosta de assuntos de guerra. Com 1,5 milhão de visitantes por ano, segundo o Escritório de Turismo de Paris (2014), o museu possui armas, armaduras, uniformes e obras de arte. O museu possui desde objetos medievais até a 2ª Guerra Mundial. Uma das partes de destaque é a dedicada a Napoleão Bonaparte, com objetos pessoais. O túmulo dele também se encontra lá.

O Museu das Armas é grande e faz parte do Complexo do Hôtel des Invalides (Palácio dos Inválidos), que conta ainda com um jardim e a Capela dos Inválidos com sua famosa cúpula dourada que pode ser vista de vários mirantes de Paris. Para saber horário de visitação acesse o site oficial. Para comprar ingresso clique aqui.

Museu do Quai Branly

museus diferentes de paris
Museu do Quai Branly – Foto: divulgação Quai Branly

O quinto museu mais visitado de Paris com quase 1,5 milhão de visitantes por ano, segundo o Escritório de Turismo de Paris (2014), é o Museu do Quai Branly. O museu é dedicado a civilizações não-europeias, ou seja, da África, Ásia, Oceania e Américas. Com um recorte antropológico e arqueológico. possui achados de várias civilizações do planeta. O museu conta com um extenso acervo com mais de 100 mil itens. Por isso, as exposições são mudadas algumas vezes por ano.

O Quai Branly é o museu mais novo da lista, foi inaugurado em 2006, é bem espaçoso e moderno. Seu maior diferencial é que ele não é dividido em galerias, mas é um espaço único e contínuo, o que faz a visita ser diferente dos museus comuns.

O museu fecha às segundas-feiras. Para saber horários de funcionamento e preços acesso o site oficial. Para comprar ingresso clique aqui.

Museu de História Natural

melhor museu para criança paris
Grande Galeria da Evolução – Foto: divulgação Museu de História Natural

O último museu da nossa lista é o Museu de História Natural, que é o oitavo mais visitado da cidade com cerca de 800 mil visitantes ao ano. O museu é multi-temático, abordando temas de: geologia, mineralogia, botânica, anatomia, paleontologia e zoologia. Possui quatro galerias: a primeira de botânica, a segunda de anatomia comparada e paleontologia e a terceira de geologia e mineralogia. A quarta galeria é a mais bem montada e visitada, que se chama Grande Galeria da Evolução, onde você encontra a reprodução de vários animais, além de fósseis de dinossauros. Além das galerias o museu possui um pequeno zoológico com dezenas de espécies de animais. Por isso, o Museu de História Natural é muito indicado para quem tem criança, pois é um museu mais interativo.

Os ingressos são vendidos separadamente para o zoológico, para a galeria da evolução e para o museu do homem. Para saber horário de visitação e preços acesse o site oficial.

OUTRAS MATÉRIAS SOBRE PARIS:

-Do básico ao completo, veja quantos dias ficar em Paris

-Paris: bela, cultural e romântica

-Como se deslocar em Paris: metrô, ônibus, Uber e táxi

-Onde ficar em Paris, melhores bairros e os mais baratos na região central

-Quando visitar Paris, os melhores meses e estações do ano

-Torre Eiffel: guia completo com preços, dicas e recomendações

-Férias em Paris, janeiro ou julho, qual o melhor mês?

Felipe Zig
Felipe Zighttps://www.abraceomundo.com/
Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.