Início Brasil Carrancas MG: guia completo sobre a cidade das cachoeiras

Carrancas MG: guia completo sobre a cidade das cachoeiras

Carrancas MG é um dos destinos turísticos mais apreciados pelos viajantes que buscam contato com a natureza, descanso e conforto em terras mineiras. Isso porque as belezas naturais e os encantos da cidade são deslumbrantes.

São fazendas históricas e marcos da Estrada Real, cachoeiras, cânions e complexos turísticos com esportes radicais e trilhas de tirar o fôlego. Com pouco mais de 4 mil habitantes, o lugar bastante procurado por turistas que, inclusive, já foi cenário de várias novelas nacionais, como Alma Gêmea, Orgulho e Paixão, Império, Paraíso e Espelho da Vida.

Descoberta por volta de 1720 por bandeirantes paulistas, Carrancas se tornou conhecida por suas terras férteis, apropriadas para agricultura e pela chance da exploração de ouro. Após o fim do período colonial, a pecuária de corte e leite, produção de cachaça, milho, queijo e mandioca se tornaram as principais fontes de renda do município.

Com a tradicional herança religiosa de Minas Gerais e o Carnaval antecipado — que acontece duas semanas antes do feriado oficial —, Carrancas reúne em um só lugar o bucolismo e natureza dos amantes de paisagens belíssimas.

Neste artigo, preparamos um guia completo sobre como chegar, onde ficar e quais atrações são imperdíveis. Confira conosco tudo sobre as cidade das cachoeiras!

Carrancas, onde fica?

Carrancas está localizada na divisa com o sul de Minas Gerais. Sua distância até São João del-Rei é cerca de 80 km podendo ser feita em 1h30 de carro; de Belo Horizonte são 280 km; e de Caxambu, cidade do Circuito das Águas, são 100 km.

O acesso de quem vem de São Paulo é realizado pela BR-381, enquanto turistas do Rio de Janeiro podem chegar à cidade pela BR-040. Aos que optarem por aeroportos, há duas opções. Descer no Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte e alugar um carro para o restante do trajeto, ou ainda fazer uma escala de Confins até o aeroporto de São João del-Rei, o mais próximo de Carrancas.

Estrada Real
Marco da Estrada Real em Carrancas – Foto: Beraldo Leal – Wikipedia (CC BY 2.0)

Para pesquisar, comparar preços e fazer reservas, indicamos a RentCars, um buscador que mostra as várias empresas e os respectivos preços de diferentes categorias de carro. Infelizmente você não encontrará locadoras de carro em Carrancas, por isso, a recomendação para quem chega pelo aeroporto de São João del-Rei é conferir as opções de carro.

Onde se hospedar em Carrancas?

Por se tratar de uma cidade pequena, ainda que haja boas opções de hotéis e pousadas, é necessária uma escolha criteriosa ao decidir onde ficar em Carrancas MG. Devido aos complexos turísticos, cachoeiras e grutas ficarem longes do centro da cidade, como também o acesso é feito por estrada chão, deve-se fazer uma busca cuidadosa.

Contudo, há opções próximas a estes complexos, com variedade de preços e opções confortáveis. A seguir, listamos as principais delas.

Para quem deseja ficar no centro de Carrancas

Igreja Carrancas
Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição das Carrancas, localizada no centro de Carrancas MG – Foto: Luiz Garcia – Flickr (CC BY-ND 2.0)

No centro de Carrancas Minas Gerais, você ficará próximo de mercados, bares, restaurantes e outros serviços essenciais. Apesar de se tratar de um povoado bem pequeno, há variedades de lojinhas de souvenirs, presentes e bons restaurantes com a típica comida mineira.

Também vale destacar a aconchegante pracinha central com a Matriz de Nossa Senhora da Conceição, cujos registros mostram sua construção desde a primeira metade do século 18 e sua fachada de quartzito. Atribuída ao discípulo de Aleijadinho, Joaquim José da Natividade, é o único monumento histórico do local de grande visitação.

Em sua proximidade fica a Pousada Gaya, com chalés aconchegantes para casais, amigos ou famílias. Alguns dos quartos, por exemplo, têm lareiras e até varandas, com indícios medievais na decoração.

Opções de hospedagens fora do centro de Carrancas

Há dois locais preferidos pelos turistas para quem deseja opções especiais.

Um deles é conhecido popularmente por Paredão, na entrada da cidade. Situado em uma pequena serra, a vista é incrível e fornece um panorama de toda a região. Em outras palavras, você terá o melhor lugar de Carrancas para observar o nascer e o pôr-do-sol.

A principal pousada é a Eldorado das Gerais, que oferece opções com chalés espaçosos e aconchegantes. Destacam-se as camas grandes e o café da manhã colonial incluso.

E para aqueles que optarem por se hospedar dentro de um dos principais complexos turístico, a melhor opção é a Pousada Pontal do Moleque, dentro do Parque da Zilda.

As cachoeiras, cânions e trilhas mais procuradas de Carrancas MG estão nesta região, que fica apenas 7 km do centro da cidade. Além de acomodações para casais e famílias, a pousada oferece churrasqueiras privativas, instalações para esportes aquáticos, varanda térrea e jardim.

Para conhecer todas as opções disponíveis de hospedagens em Carrancas, acesse o Booking.

Cachoeiras em Carrancas MG

A nascente do Rio Capivari está na Serra de Carrancas, entre montanhas e vales de beleza única. Por isso, a região é rodeada por mais de 70 cachoeiras, ao redor de toda a cidade.

Carrancas MG é o destino ideal para aqueles que buscam contato direto com a natureza e aproveitar o ecoturismo. O clima é quente na maior parte do ano e, durante o inverno, as temperaturas são amenas, mas não tão frias.

Um ponto a se atentar é a acessibilidade a algumas destas cachoeiras, visto que várias possuem trilhas de difícil acesso ou que devem ser feitas em segurança com guias. Destacaremos as principais delas, como chegar e quais os lugares imperdíveis a conhecer em suas proximidades.

Mapa das cachoeiras em Carrancas Minas Gerais
Mapa das cachoeiras – Fonte: Google Maps

Complexo da Zilda

Possivelmente, o Complexo da Zilda seja o mais famoso e visitado dos pontos turísticos de Carrancas MG. Ou seja, é ponto de visitação que não pode ficar de fora do seu passeio. Sua localização está distante 12 km do centro.

Segundo histórias do local, seu nome é referência a uma das mais belas jovens que morou na cidade e amava o lugar. As opções são múltiplas desde cachoeiras, corredeiras, um escorregador natural, grutas com pinturas rupestres até um paredão para mergulho em caverna.

O Complexo tem cerca de 2 km de extensão, e na principal queda existe uma pequena faixa de areia, similar a uma praia e cercada de verde.

Complexo da Zilda
Complexo da Zilda em Carrancas MG – Foto: Beraldo Leal – Wikipedia (CC-BY-2.0)

Em sua junção com a Cachoeira dos Anjos, há o local chamado de Racha da Zilda, um paredão de aproximadamente 12 metros de altura, de onde sai uma das nascentes. Porém, o lugar só pode ser visitado com um guia credenciado, já que seu acesso é bem difícil entre as corredeiras e pela ausência de placas de sinalização.

Já no escorregador da Zilda, a diversão é para toda a família. Situado logo na entrada do Complexo, ele parece um tobogã construído na rocha lisa. Em sua proximidade também fica o Poço do Navio, um lugar excelente para banho e descanso.

Os preços e taxas de visitação variam entre R$ 10 e R$ 25, sendo que este último inclui um passeio até a cachoeira levado por um pequeno trem. Na entrada do parque existem dois restaurantes, que servem almoço e lanches diversos.

Complexo da Fumaça

Complexo da Fumaça Carrancas MG
Complexo da Fumaça, ponto turístico de Carrancas Minas Gerais – Foto: A. Duarte – Flickr (CC BY-SA 2.0)

O Complexo da Fumaça fica apenas 3 km do centro de Carrancas Minas Gerais e tem várias piscinas naturais ao seu redor. Parte do Complexo inclui as cachoeiras Fundo da Fumaça, Véu da Noiva, Luciano e Fumaça de Cima.

Com mais de 15 metros de altura e imponência, a cachoeira Fumaça de Cima era responsável pelo fornecimento de energia da cidade. Aliás, ela é a única cachoeira de Carrancas em área pública, sem taxa de visitação.

Contudo, é interditada para banhos, natação e prática de esportes radicais, por causa da poluição da água e do alto índice de mortes por afogamento. Logo, é um passeio mais contemplativo.

Já as demais, são abertas para passeios, esportes aquáticos e banho, com trilhas de grau médio de dificuldade. No local, também se encontra um restaurante completo de comida mineira.

Complexo da Toca

Complexo da Toca em Carrancas – Foto: Ofini – Wikipedia (CC BY-SA 4.0) – logo adicionada

O Complexo da Toca é um ambiente que fará com que você se sinta em um spa natural. Seus principais atrativos incluem rochas com corredeiras, hidromassagens naturais e duas lindas cachoeiras com águas cristalinas.

Em seu entorno, é comum encontrar animais silvestres como tucanos, micos, sauás, seriemas e teiús. Sua principal gruta, a Gruta da Toca, tem 300 metros de extensão e pode ser totalmente percorrida a pé. Enquanto seu escorregador fica próximo de poços e piscinas naturais.

A taxa de visitação ao local é cerca de R$ 10 e dá acesso a todo o complexo.

Complexo da Vargem Grande de Carrancas

De todos os complexos, esse é o que exige mais tempo de caminhada. No entanto, seu destino final compensa o esforço. Formado por uma série de corredeiras e pequenas quedas, o Complexo da Vargem Grande está localizado a 9 km do centro, mas precisa ser percorrido por mais 30 minutos de caminhada leve.

Sua principal atração é a Cachoeira das Esmeraldas, um lindo poço de águas verdes e cristalinas. Nele, é possível nadar tranquilamente, com bastante espaço e também mergulhar e brincar.

Ideal para crianças, a única desvantagem é a sombra que bate no lugar durante quase todo o dia. O acesso ao local também custa em torno de R$ 10 por pessoa.

Complexo do Tira Prosa

Suas duas principais atrações são a Cachoeira do Tira Prosa e o Poço do Canoa. Com acesso exclusivo por trilhas de fácil acesso, o nome do Complexo é uma homenagem a Sebastião Guimarães Monteiro. Conta a história que o morador tinha casa próximo da trilha e adorava tirar uma prosa com os visitantes.

No Poço do Canoa, há paredões rochosos com águas calmas que são a opção ideal para quem quer descansar. Além disso, a cachoeira principal tem poços repletos de lambaris e águas limpas e transparentes.

Complexo da Ponte de Carrancas

Apenas 2 km do centro de Carrancas MG, o Complexo da Ponte, antigamente, já foi um dos locais com mais visitantes e, justamente por este motivo, costuma ser esquecido em relação a outros. Mas isso não tira o encanto do lugar, que ainda conta com um antigo moinho de milho, que usava a força da cachoeira para produzir farinha.

Seu acesso é por uma trilha de fácil caminhada, por onde se passa pela Cachoeira do Salomão e pela Gruta da Ponte. Contudo, em ambos, o passeio é mais contemplativo por não existirem poços para nadar.

Complexo do Grão Mogol

Próximo ao Complexo da Zilda e menos badalado que os outros, o Complexo do Grão Mogol é ideal para se passar o dia, mas não possui estrutura de hospedagem. Rodeado por incontáveis poços e quedas d’água, sua trilha se inicia em propriedade privada, estando aberto de 9 às 17h, diariamente.

Conheça mais cachoeiras e pontos de visitação naturais em Carrancas Minas Gerais.

Outras atividades para fazer em Carrancas MG

Represa de Camargos
Represa de Camargos é outra atração de Carrancas – Foto: Bruno Carvalho Leal – Wikipedia (CC BY 3.0)

Se você pensa que Carrancas Minas Gerais está restrita apenas a cachoeiras, você está enganado. Isso porque a cidade tem toda uma infraestrutura para aproveitar as águas e atrações naturais para esportes radicais e passeios ecológicos.

Entre as principais atividades, é possível encontrar uma rampa de voo livre em vários pontos da Serra de Carrancas e esportes náuticos na Represa de Camargos. Até mesmo os amantes de trilhas ou passeios de bicicletas podem explorar as trilhas dedicadas com até 25 km de extensão por dentro da Mata Atlântica.

No alto da serra principal, há um jequitibá centenário, com a altura de um prédio de sete andares e a Pedra do Pôr do Sol, ideal para curtir a paisagem no final do dia.

Já a Estrada da Cruz das Almas é recomendada para biking, trekking e cavalgadas, sendo toda demarcada pelos totens que sinalizam um dos caminhos da Estrada Real. Aos adeptos do turismo de aventura, ainda há as opções de montanhismo, alpinismo e cannyoning.

Gastronomia: o legítimo sabor mineiro em Carrancas

Mesmo sem nenhum restaurante em destaque, a culinária de Carrancas aposta na tradicional comida mineira. Feijão tropeiro, carne de porco, caldo de feijão ou de carne, frango ou costelinha com quiabo são os carros-chefes da gastronomia.

Para aqueles com paladares mais excêntricos, vale a pena degustar o refogado de munganguinho e a “azedinha”, folhagens comuns na zona rural e servidas em forma de salada. Todos os pratos são apresentados durante o Festival Gastronômico da cidade, na segunda semana de julho, anualmente.

Qual a melhor época do ano para visitar e quantos dia ficar em Carrancas MG?

Devido ao acesso a vários pontos e a distância entre eles, não é muito simples conhecer Carrancas Minas Gerais toda em poucos dias. O recomendável são, pelo menos, três dias, para aqueles que desejam dedicar tempo a um dos complexos maiores, como por exemplo, da Zilda ou da Fumaça.

Com temperaturas médias de cerca de 26ºC durante todo o ano, os melhores períodos anuais de visitação são durante o verão e a primavera, sendo necessários cuidados redobrados em altas temporadas ou períodos chuvosos. Em geral, eles acontecem entre o final de dezembro e meados de fevereiro.

Além dos já citados Carnaval antecipado e Festival Gastronômico, as festas de São Sebastião da Estação de Carrancas, em janeiro, e a Exposição Agropecuária, em julho, também são épocas de grande fluxo turístico e merecem atenção.