Oia - Santorini Grécia

A Grécia é um país muito interessante do ponto de vista cultural e turístico. Entretanto, possui algumas particularidades que é bom você conhecer para se programar melhor e não cair em nenhuma furada. Veja agora as dicas mais importantes e essenciais da Grécia.

Leia também: Santorini ou Mykonos, veja qual ilha combina mais com você

Quantas ilhas visitar

A principal atração da Grécia são suas ilhas! Eu tinha uma colega de intercâmbio que era grega de Atenas e falava que o que há de mais interessante e turístico na Grécia são suas ilhas e há ilhas para todos os gostos. É lógico que estando na Grécia você também visitará Atenas, até porque a maioria dos voos e barcos para as ilhas passam por lá.

Falando agora da quantidade de ilhas a visitar, isso dependerá de quanto tempo você ficará na Grécia. Porém, uma visita à Grécia precisa conter, pelo menos, duas ilhas no seu roteiro. As duas ilhas mais visitadas são Santorini e Mykonos, que inclusive, ficam próximas o que ajuda no deslocamento. Mas, existem várias outras ilhas interessantes. Com duas semanas na Grécia dá para visitar três ilhas.

Praia de Elia – Mykonos

Como se deslocar

Esse é um dos maiores problemas de uma viagem à Grécia. As ilhas mais interessantes da Grécia não ficam próximas e se deslocar entre elas pode ser demorado e caro. O jeito mais rápido é de avião. Porém, como não existem voos diretos entre as ilhas é preciso fazer conexão em Atenas ou Creta, as viagens acabam demorando mais.

Entre as ilhas menos turísticas e os deslocamentos menores, a melhor opção são os ferry boats, que são grandes navios que levam centenas de passageiros. No verão existem várias empresas e navios que fazem esses trajetos. Alguns navios são mais rápidos e caros e outros levam o dobro do tempo e são mais baratos.

Quanto custa viajar à Grécia?

Como faz parte da zona do Euro, o câmbio será desfavorável e acaba encarecendo uma viagem à Grécia. Entretanto, a parte continental da Grécia é mais barata, o que é caro mesmo são as ilhas. Um valor de gasto médio diário por pessoa em uma viagem à Grécia é de € 107. Para saber mais leia: A Grécia é cara? Quanto custa uma viagem às ilhas gregas.

Quando visitar a Grécia

Essa é uma das questões mais importantes. Se sua intenção é visitar as ilhas gregas precisa viajar em um mês quente. Nos meses mais frios do ano praticamente não existe turismo nas ilhas gregas e pouquíssimas opções de barcos fazem essas rotas.

Primavera e outono (a partir de maio até outubro) já há um movimento nas ilhas, mas a temperatura ainda não está ideal para entrar no mar. Junho a setembro são os melhores meses devido ao clima quente. Porém, é bom saber que em julho e agosto as ilhas ficam lotadas de turistas e os preços mais altos. Para saber mais leia: Quando ir às ilhas gregas, melhor época e piores meses para viajar.

Praia de Kamari

A Grécia é um bom destino para Lua de Mel?

Algumas ilhas gregas ficaram famosas por serem destinos ideais para Lua de Mel. A mais romântica e preferida dos casais é Santorini. Essa não é uma ilha de belezas naturais, mas é uma ilha com um clima bem romântico. Para saber mais leia: Lua de Mel em Santorini, dicas da ilha mais romântica da Grécia.

É possível se comunicar em inglês?

O idioma da Grécia é o grego, entretanto você consegue se comunicar em inglês nos hotéis e nas ilhas mais turísticas do país. Como a Grécia se tornou um grande destino turístico internacional, nas principais ilhas que vivem do turismo, os funcionários que trabalham nos hotéis, restaurantes e lojas (que muitas vezes nem são gregos) falam inglês. Porém, nos destinos menos turísticos e na parte continental é mais restrito a quantidade de pessoas que falam inglês.

Como a maioria dos turistas visita apenas Atenas e as ilhas mais turísticas não terá problema. Mas, se você for alugar um carro para andar na parte continental, verá que muitas placas são escritas apenas em grego.

Academia de Atenas – Foto: wikipédia (CC BY-SA 3.0)

Não precisa de visto

Brasileiros não precisam de visto para entrarem na Grécia nas viagens a turismo e negócios caso fiquem até 90 dias no país. Contudo, existem outros requisitos para entrar no país que é o próximo tópico.

Seguro viagem obrigatório

Os países membros da União Europeia mantém o Tratado de Schengen que obriga os turistas que visitarão o continente a contratarem um seguro de viagem com cobertura mínima de 30 mil Euros. Caso você não tenha o seguro pode ser barrado pela imigração.

Para contratar o seguro, pesquise primeiro na Seguros Promo, onde você faz sua cotação e vê os preços de diferentes tipos de seguros, específicos para a Europa. A empresa é confiável e eu mesmo contrato por lá. Já que mantemos convênio com a Seguros Promo, utilize o cupom ABRACEOMUNDO5 e ganhe 5% de desconto e mais 5% se pagar com o boleto.

Tomada e rede elétrica

A Grécia utiliza a corrente elétrica de 220v. Já as tomadas são dos tipos C e F. A tomada C é a com dois pinos arredondados, o mesmo que se utilizava no Brasil a um tempo atrás. A tomada F é uma variação da C, mas se entra na C, entra na F também. Se seus equipamentos forem para tomada de três pinos (modelo atual do Brasil), não funcionarão na Grécia, por isso é bom levar um adaptador.

LEIA TAMBÉM:

-Onde ficar em Santorini

-Onde ficar em Mykonos, melhores locais para se hospedar

-Quando ir a Mykonos? Veja a melhor época para viajar

-Quando ir a Santorini, veja a melhor época para conhecer a ilha


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.