InícioPernambucoPorto de GalinhasPiscinas naturais e tábua de marés de Porto de Galinhas

Piscinas naturais e tábua de marés de Porto de Galinhas

As piscinas naturais de Porto de Galinhas estão entre as principais atrações dos turistas que buscam o litoral de Ipojuca. Isso porque são formações naturais de águas mornas e transparentes, formadas quando as águas da maré atingem os menores níveis, encantam os visitantes.

Ainda que seja possível, em dias de maré baixa, caminhar pelo mar até as piscinas, o charme do passeio está nas jangadas, autorizadas a realizar um passeio completo, incluindo subir nos corais ou mesmo realizar mergulhos.

Em dias de maré baixa pela manhã, são distribuídas na Praça do Relógio, pela associação de jangadeiros, 200 pulseiras. A partir disso, são formados grupos de até 6 pessoas para embarcar nas jangadas. O melhor horário para conseguir pegar uma das pulseiras é em torno de 7h30 da manhã, e elas são limitadas diariamente. A praça fica localizada no ponto central da “Praia da Vila”.

Não há nenhum custo para o acompanhamento dos guias, contudo há uma taxa de R$ 40 por pessoa para o aluguel da jangada, valor atualizado de fevereiro de 2021. Durante o passeio, é permitido caminhar apenas pelos lugares demarcados pelos guias credenciados.

Tal medida foi instituída para que seja possível respeitar o ecossistema do lugar e garantir a diversão e segurança do turista. O passeio de jangada dura cerca de 10 minutos e você poderá curtir as piscinas naturais de Porto de Galinhas por uma hora.

A seguir, saiba os motivos pelas quais a tabua de maré em Porto de Galinhas influenciará em seu passeio.

A importância da tábua de marés de Porto de Galinhas

Tabua de maré Porto de Galinhas
Print da tábua de marés em Porto de Galinhas referente ao começo do mês de março de 2021 – Foto: Site Tábua de Marés

Porto de Galinhas é destino recomendado para qualquer época do ano, e para quem pretende saber o que fazer na cidade, confira nosso artigo completo. Porém, no caso específico de curtir as piscinas naturais, há momentos mais interessantes e eles dependem diretamente da influência da tábua das marés.

A tábua das marés em Porto de Galinhas é uma tabela, na qual são mostrados todos os dados referentes às mudanças do mar ao longo do dia. A partir de sua leitura, é possível conhecer os horários de pico da maré alta e baixa, além da altura do mar nesses horários.

Influenciada pelas fases da lua, a tábua de maré de Porto de Galinhas possui, de maneira geral, piscinas mais rasas e cristalinas durante as fases de lua cheia e nova. Além disso, na maré baixa, o sol deixa as piscinas naturais com um aspecto mais transparente, ideal para admirar os peixes ou até mesmo realizar um mergulho.

Por sua vez, a maré costuma não secar suficientemente para mostrar os recifes durante as luas crescentes e minguantes. Em outras palavras, você ainda terá belos cenários e poderá realizar os passeios de jangada, mas dificilmente terá um mar tranquilo.

Em geral, os turistas que estiveram em Porto de Galinhas em diferentes marés relatam que, durante a maré baixa, as praias ficam mais propícias para crianças ou idosos. E na maré alta, os passeios de jangada costumam ser durante um tempo menor, limitados, inclusive, até cerca de 13h.

Para quem irá marcar a viagem com antecedência, verifique na tábua das marés suas condições. Aliás, lembre-se que há dias em que mesmo a maré baixa não atinge o ideal para o passeio. A recomendação é que ela esteja entre 0,2 m e 0,4 m para uma melhor experiência nas piscinas naturais.

O ideal é aproveitar as piscinas naturais entre 90 a 60 minutos antes do nível mínimo e até 60 minutos após ele. De abril a julho, pode ser que os passeios fiquem prejudicados pela estação de chuva.

Portanto, sempre acesse as informações disponibilizadas na tábua de marés de Porto de Galinhas para curtir as piscinas naturais com segurança e para que seu passeio seja adorável.

O que você verá no passeio às piscinas naturais de Porto de Galinhas?

Passeio Porto de Galinhas
Foto: Thiagocavalcantifotografia – Wikipedia (CC BY-SA 4.0)

Após compreender a importância de conhecer a tábua das marés de Porto de Galinhas, vamos ao passeio. Nele, você encontrará uma infinidade de arrecifes e corais, alguns bem interessantes.

Com uma variedade enorme de peixes, é possível nadar ou se banhar com eles ao redor, o que se torna mais belo ainda para quem possui uma câmera de ação. Há também a possibilidade de contratar um fotógrafo para as imagens debaixo d’água, seja no caso da contratação do mergulho ou apenas para o passeio.

Saiba como escolher sua câmera para viajar. Entre os modelos, apresentamos o acessório conhecido como dome, equipamento que permite fotografar com uma parte da imagem dentro e outra fora da água.

Durante o passeio, é obrigatório permanecer na área limitada por cordas. Ele dura cerca de 20 minutos, iniciando a contagem após a última pessoa subir nos recifes.

É importante saber que não é permitido alimentar os peixes, ainda que você vá encontrar quem venda até ração. A medida pode causar desequilíbrio ambiental e pode até ser enquadrada como crime.

Uma vez em cima dos corais, você irá curtir um cenário lindíssimo com muitos peixes ao redor. As águas das piscinas naturais de Porto de Galinhas são consideravelmente mornas e sua coloração varia entre tons de verde e azul.

Outra dica essencial é uso de calçado adequado para caminhar nos corais. O ideal é levar chinelo ou sapato próprio para mergulho, já que o passeio por eles podem machucar os pés.

Como escolher sua jangada para o passeio nas piscinas naturais

Piscinas naturais
Jangadas em Porto de Galinhas – Foto: Elvis Boaventura – Wikipedia (CC BY 3.0)

Fundada em 1998, a Associação dos Jangadeiros de Porto de Galinhas é responsável pelos passeios autorizados nas piscinas naturais. Atualmente, contam com 84 jangadeiros, com jangadas coloridas e velas exclusivas. Algumas, ainda, possuem propagandas locais.

Importante citar que a jangada é tão importante no cenário da cidade que se tornou parte essencial da experiência turística na região. Com os próprios jangadeiros, é possível contratar serviços adicionais — como fotografia, mergulho e aluguel de equipamento — além do valor do passeio ser tabelado.

Crianças a partir de 7 anos pagam inteira; de 4 a 6 anos, metade; e até 3 anos têm o passeio gratuito. Por isso, a apresentação do documento no momento da aquisição do passeio é obrigatória. Ainda na areia, crianças menores receberão um colete salva-vidas.

Para quem possui snorkel, é possível conseguir emprestado com o jangadeiro a máscara de mergulho. Nos demais casos, você pode alugar por 20 reais durante o período do passeio. Com eles, você conseguirá realizar mergulhos pequenos nas piscinas e observar os peixes debaixo d’água.

Dicas para passeio nas piscinas naturais de Porto de Galinhas

Porto piscinas naturais
Fique atento a todas as dicas! – Foto: Valmir paixao – Wikipedia (CC BY-SA 3.0) com acréscimo de logomarca

Após conferir a tábua das marés, considere que ela não é constante. Isso significa que, se em um dia a maré mais baixa aconteceu às 10h, no dia seguinte ocorrerá entre 11h e 11h30. Considere essa informação para não se confundir com horários ideais.

Considere chegar antes da maré atingir o nível mínimo, uma vez que é o momento em que você pode curtir melhor o passeio. Para isso, considere o translado até os jangadeiros e da jangada até às piscinas naturais.

Opte por conhecer as piscinas naturais de Porto de Galinhas quando estiver hospedado no local. Viajar horas de outra cidade ou mesmo tirar um único dia para esta experiência pode tornar o passeio frustrante. Assim como a previsão do tempo, a tábua das marés é uma estimativa que pode alterar e não ser exatamente como o informado.

Em dias nublados ou com chuva, esqueça o passeio. Mesmo se for em horários como o fim da tarde. A transparência das piscinas naturais de Porto de Galinhas precisam de sol alto e incidência lateral, que acontece sempre pela manhã.

Por último, viva a experiência completa das piscinas naturais em Porto de Galinhas mesmo antes de subir na jangada. A praia da vila oferece uma belíssima vista e piscinas em suas margens no início do dia. Também saiba os melhores caminhos para chegar até Ipojuca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui