Vale a pena dormir na Playa Blanca de Cartagena? Cartagena

Playa Blanca é a praia mais bonita e também mais popular da área continental de Cartagena. A fama é tamanha, que um dos passeios mais comuns de Cartagena é conhecer essa famosa praia. O que muita gente não sabe é a possibilidade de dormir por lá. Mas, antes de se decidir por isso, você precisa saber sobre as peculiaridades do local, o que pode aumentar ou diminuir sua vontade de passar a noite por lá.

Playa Blanca faz parte do Parque Nacional Corales del Rosario, por isso existem limitações referentes à ocupação do solo dentro da reserva. Foram permitidas construções na praia, porém elas são pequenas e predominantemente feitas de madeira, o que resulta em hospedagens simples e ecologicamente corretas.

Leia também: Cartagena, onde se hospedar no Centro Histórico?

Como são os “hotéis” de Playa Blanca?

Primeiramente, Playa Blanca não possui hotéis, mas pequenas pousadinhas, chamadas de “cabañas”. Elas são bem simples, com pouco conforto e oferecem três tipos de hospedagens: quartos, redes e camping. Redes e área para camping não são todas que oferecem, porque também não são os tipos de acomodações mais procuradas.

Cabaña (pousada) em Playa Blanca – Foto: kzoop (CC BY-NC-ND 2.0)

Com relação aos quartos, são bem simples e a grande maioria, se não todos, não possuem banheiro privativo (suíte). Algumas pousadinhas não possuem nem porta nos quartos, apenas uma tela; é um estilo bem rústico e simples. Não existe chuveiro também! As pousadas não possuem encanamentos. A água doce que chega até lá vem de longe, por isso o banho precisa ser bem rápido. Na maioria das pousadas nem existe ducha, você ganha dois baldes de água para tomar banho de canequinha.

Leia também: Playa Blanca: como ir, quanto custa e o que fazer na praia mais famosa de Cartagena

Quarto da La Cabaña de Geronimo – Foto: divulgação

Banheiro da pousada Nuestros Tres Tesoros II – Foto: divulgação

Então, se você não abre mão do conforto, hospedar em Playa Blanca não é para você! Entretanto, se quiser uma experiência diferente, inusitada e com um contato maior com a natureza, pode ser uma boa opção de passeio.

A melhor parte da estadia é a noite. A luz elétrica vem de geradores, por isso é tudo mais escuro, pois não há muitas lâmpadas. Isso ajuda a sobressair o lindo céu estrelado e junto com o barulho do mar criam um clima muito agradável e aconchegante.

Hotéis de Luxo

Próximo ao Parque Nacional Corales del Rosario existem algumas opções de hotéis de luxo que ficam fora da área de reserva, porém rodeados por mata nativa. Os hotéis não ficam na Playa Blanca, mas entre 1 e 2 km de lá. Entre esses hotéis destacam-se: Decameron Barú,  Hotel Las IslasHotel Isla del Encanto. Para saber mais sobre leia: Onde ficar em Playa Blanca, Cartagena: pousadas a hotéis de luxo.

Decameron Barú – Foto: divulgação

Onde ficam as pousadas em Playa Blanca?

Quem chega por terra em Playa Blanca pode perceber uma clara divisão. A parte da praia que é mais bonita é destinada as barracas de praia, essa é a parte mais cheia, principalmente, aos finais de semana e feriados. Já o lado oposto é onde ficam as pousadas; como essa parte da praia não é muito bonita, ela fica mais vazia, o que é bom já que em alguns dias Playa Blanca fica insuportavelmente cheia.

Playa Blanca em um final de semana

Quem se hospeda em Playa Blanca?

Quem costuma se hospedar em Playa Blanca são jovens, mochileiros ou pessoas que querem ter um contato maior com a natureza. Muitos dos hóspedes são turistas estrangeiros. As excursões populares que chegam de ônibus nos feriados e finais de semana em Playa Blanca, não ficam hospedados na praia. Por isso, mesmo nos dias em que a praia está mais cheia, no começo da manhã e no final da tarde a praia fica vazia e calma, tornando-se um local mais bonito para aproveitar e fotografar.

Playa Blanca

Quanto custa se hospedar em Playa Blanca?

Apesar das acomodações serem simples, não são tão baratas se compararmos com outras cidades da Colômbia. Porém, se comparadas aos hotéis de Cartagena elas são baratas!

Os preços variam, pois existem algumas pousadas melhores que outras. Um quarto para duas pessoas sai a partir de 80.000 COP (R$100). A rede e o camping (para quem já tiver barraca) saem bem mais baratos. Mais adiante falo de algumas opções de locais para se hospedar em Playa Blanca.

Segurança

Apesar de ser um local mais inóspito, vazio e não aparentar ter problemas de segurança, é sempre bom prevenir. Principalmente, porque você irá para a praia e deixará todos os seus pertences no quarto. Logo, prefira se hospedar em pousadas em que você tenha a chave do quarto ou então que possua lockers (armários).

Redes para se hospedar em um cabaña de Playa Blanca

O que levar para Playa Blanca?

Além do óbvio que você precisa levar para uma praia, como roupa de banho, protetor solar, óculos de sol, existem outros produtos aconselháveis para levar. Nem todas as pousadas possuem toalhas, sobretudo as mais baratas. Repelente também pode ser útil; quando fui não havia muitos pernilongos, mas parece que dependendo da época do ano existem bastantes pernilongos à noite.

Levar comida também é muito aconselhável. Leve alguns lanchinhos como biscoitos e barras de cereais, pois esse tipo de comida não vende por lá. Nos restaurantes são vendidas apenas refeições, que são simples e não são baratas, cerca de 17.000 COP (R$18) um peixe frito com arroz. Também é interessante levar água caso queira economizar, pois isso é algo caro por lá.

Leve sua câmera carregada. Como eu disse a luz vem de geradores, por isso as tomadas dos quartos só funcionam a noite, das 18:00 às 6:00 horas. Esse também é o horário que funcionam os ventiladores do quarto.

LEIA TAMBÉM:

-O que fazer em Cartagena, conheça as 8 principais atrações turísticas

-Cartagena, a cidade superestimada da Colômbia

-Os 8 principais pontos turísticos de Bogotá

-Medellín, conheça mais sobre esse interessante destino na Colômbia

-San Andrés: passeio às ilhas de Acuario e Johnny Cay


Felipe Zig

Felipe Zig é jornalista, fotógrafo e apaixonado por viajar. Depois de conhecer mais de 20 países, decidiu criar o blog “Abrace o Mundo” para dar dicas de viagens e incentivar outras pessoas a viajar.